CBF e clubes que disputam a série A do brasileirão, decidem não voltar com a presença de público no campeonato

Nesta quarta-feira (8), 19 clubes que disputam o Campeonato Brasileiro série A, juntamente com a CBF, definiram que os jogos seguirão sem a presença de público. O único clube que se posicionou contra foi o Flamengo. 

Além da definição, segundo o ‘Ge’ os clubes também decidiram que entrarão em conjunto com uma ação no STJD (Supremo Tribunal de Justiça Deportiva) a fim de derrubar a liminar que garante ao Flamengo a presença de público nos jogos do clube.

Também ficou definido que caso algum clube queira usar liminar para a presença do público, a rodada inteira do campeonato será suspensa. As decisões foram tomadas, pois todos os 19 clubes entendem que o retorno do público deverá ser feita apenas quando todos os estados que possuem equipes disputando o torneio, liberarem e que a decisão deve ser tomada em conjunto.

Já o Flamengo publicou nota alegando que “não cabe à CBF ou aos clubes deliberar sobre a presença de público nos estádios.” Uma nova reunião foi marcada para o próximo 28 de setembro para discussão do tema. 

Fonte: Ge

Volta da torcida? CBF convoca clubes para reunião sobre volta do público

A CBF convocou, ontem (3), os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro para uma reunião extraordinária sobre a volta de público aos estádios. O encontro foi marcado para quarta-feira (8), e nos bastidores é tratada como concreta a chance de liberação da entidade para abertura de portões, com protocolos sanitários e percentual de capacidade, já nas partidas da 20ª rodada, ou seja, início do returno do Brasileirão.

A reunião entre clubes e CBF é tratada como extraordinária. Atualmente há um acordo para que o público de um clube só volte aos estádios quando o dos demais também puder voltar.

Em agosto, o Flamengo foi à Justiça para tentar assegurar a presença de público em seus jogos. Horas depois do anúncio, alguns clubes brasileiros manifestaram publicamente contrariedade com a iniciativa.

Fonte: UOL

Foto: Divulgação 

Prefeito do Rio prevê liberar 50% do público nos estádios em setembro

A Prefeitura do Rio anunciou, nesta quinta-feira (29), um plano gradual de flexibilização das medidas de restrição na cidade, em 3 etapas, de 2 de setembro a 15 de novembro. A primeira etapa depende de 77% dos cariocas já terem recebido a primeira dose da vacina contra a Covid e 45%, a segunda dose.

Segundo o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou agora há pouco que os estádios da cidade poderão receber público à partir do dia 2 de setembro. Nesse primeiro momento, será permitida a ocupação de 50% dos estádios.

Nesta data aconteceriam a liberação de eventos em ambientes abertos, permissão de público com esquema vacinal completo em estádios (50% da capacidade) e permissão de público com esquema vacinal completo em boates e casas de shows (50% da capacidade).

Com isso, caso o Fluminense consiga a classificação para as quartas de final na Copa do Brasil e da Libertadores, muito provável que a torcida consiga apoiar o time no Maracanã nessa reta final das competições.

E ai tricolor, é a favor da volta?

Fonte: Ge

Foto: Divulgação