fbpx

VITÓRIA, VIRANDO A NOITE

Guerreiros da Sul!    Tricolores e Tricolindas!     Só consegui me recuperar da Vitória de quinta agora, que espetáculo, orgasmo múltiplo e possante.   Presenciei em 1983 o gol de Assis, 1995  o gol de barriga do Renato Gaúcho.   Ficou aquela lacuna dos anos 2.000.  E agora em 2019, o gol de  Luciano, um jogador que achava lento, acomodado, um Júnior Dutra melhorado que a cada jogo que passa me surpreende.   A felicidade e o sorriso voltaram ao meu rosto  no jogo  do  FLU,  61 % de posse de bola em um Fla-Flu, futebol alegre e ofensivo, indo para dentro do adversário não importando quem seja.  Há quantos anos, não via esse espírito de entrega e comprometimento em um time, hoje ficamos até o último minuto do segundo tempo acreditando.    No último Fla- Flu fui embora no início do segundo tempo, com vergonha, direto para casa, desliga celular, se esconde, evita pessoas, que sofrimento.   Mas quinta,  Ah quinta, só cheguei em casa na sexta, as cinco da manhã, rodando todos os bares de madrugada em NIKITY….quando via um mulambo de vermelho e preto sentado com um copo de cerveja, fazia questão de falar para ele:  E, hoje não deu, né?  Time milionário, caiu de quatro.

Então,  sentava na mesa ao lado, e,  no intervalo de cada música do bar, praticamente,  de 4 em 4 minutos aquele grito,  NENSE .… Todos riam muito, menos o mulambo, a cena se repetiu até ele pedir a conta e partir.    Aí, satisfeito, pedia  a minha conta também e partia a caça de outro bar com mais um mulambo perdido para zuar.    Tinha que mostrar a eles (mulambos) naquela noite, o que é ser FLUMINENSE.   O respeito voltou.

Que técnico esse Diniz!.   Lindo e emocionante,  vê lo correndo atrás do Luciano, comemorando o gol como um garoto.    O batizei de ” TIC TAC do DINIZ “.   Sensacional !!!!.   Enfim, hoje temos uma  equipe de futebol fechada,  com o estilo de jogo proposto pelo técnico.   Só espero que,  a diretoria faça a sua parte, mantenha os salários em dia.   É o mínimo necessário,  para dar suporte e tranquilidade a equipe.   No mais,  Saudações Tricolores.   Vitória na Guerra !

Top