fbpx

Sonolento, Fluminense fica só no empate contra o Avaí

O Fluminense entrou em campo na tarde deste domingo (1) para encarar o Avaí, no estádio da Ressacada, em Santa Catarina.

Bastava uma vitória e o Tricolor eliminava qualquer possibilidade de rebaixamento. E o primeiro tempo, até parecia que ela viria, pois sem muito esforço, o Fluzão fez 1 a 0 com gol de Marcos Paulo.

Em vantagem no placar e diante de um Avaí com pouca inspiração, o time de Marcão passou apenas a administrar o resultado. Por sua vez, o já rebaixado Avaí, pouco criava, porém com uma bola despretensiosa, o atacante Jonathan ganhou a disputa com Luccas Claro e foi derrubado por Nino dentro da área. Pênalti para o Avaí. João Paulo foi para cobrança e Marcos Felipe defendeu, porém, após recomendação do VAR, o juiz mandou voltar a cobrança alegando que o goleiro do Fluzão havia se adiantado.

Nova cobrança e dessa vez João Paulo não desperdiçou.

Com o empate o Fluminense ainda não se livra do rebaixamento, fato que pode vir com a vitória do Vasco ante o Cruzeiro nesta segunda-feira (2).

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Risco de rebaixamento do Flu cai para 14%

A 34ª rodada do Campeonato Brasileiro terminou com saldo positivo para os clubes cariocas que lutam contra o rebaixamento. Flu e Botafogo venceram duelos complicados e reduziram o risco de queda à Série B para 6% e 14%, respectivamente.

CSA (29 pontos) e Chapecoense (28) têm situações praticamente irreversíveis, com 99% de risco de queda. Um dos rebaixamentos ja está definido: o Avaí, lanterna com apenas 18.

Próximos jogos contra o Z4

35ª rodada

Fluminense x Palmeiras — Quinta-feira, 28/11 — Maracanã, 19h3

36ª rodada

Avaí x Fluminense — Domingo, 1/12 — Ressacada, 16h

37ª rodada

Fluminense x Fortaleza — Quarta-feira, 4/12 — Maracanã, 21h30

38ª rodada

Corinthians x Fluminense — Domingo, 8/12 — Arena Corinthians, 16h

Fonte: globo esporte

foto: Mailson Santana/ FFC

Risco de queda do Flu no Brasileiro diminui

Tricolor ainda está na zona de rebaixamento

O Campeonato Brasileiro se encaminha para o fim, e o Fluminense continua na briga para escapar da zona de rebaixamento. No entanto, apesar do ruim resultado na partida contra o Atlético-MG, no último sábado, o risco de jogar na Série B em 2020 foi reduzido.

Após empatar em 1 a 1 contra o Galo, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras somou 35 pontos na tabela, amargando a 17ª colocação.

Mesmo com o tropeço, de acordo com o site “Infobola”, o Tricolor tem 39% de risco de queda. No fechamento da 32ª rodada, a parcial era maior: 41%.

O Fluminense volta a campo na próxima segunda, no confronto direto contra o CSA, que ocupa a 18ª posição com 29 pontos.

Flu precisa reverter sequência ruim para evitar rebaixamento

O empate contra o Atlético – MG último sábado (16), manteve o time tricolor em situação delicadíssima no Campeonato Brasileiro. Com apenas 35 pontos, o Tricolor segue na zona de rebaixamento e vê suas chances de queda aumentarem com o fim próximo da competição. Nos últimos cinco jogos, o Flu precisará melhorar em relação ao primeiro turno, onde fez apenas seis pontos, o que dificilmente seria suficiente para se evitar o descenso.

Com apenas uma vitória nos últimos oito jogos, o Tricolor caiu de rendimento, ainda que as atuações no estejam no pior nível alcançado pela equipe na competição. No turno, nas partidas de jogos contra; CSA, Palmeiras, AVAÍ, Fortaleza e Corinthians, o técnico Fernando Diniz Foi demitido no primeiro jogo da sequência.

O Flu venceu apenas os dois últimos da série, perdendo os outros três. Caso repita a conta, alcançará apenas 41 pontos, o que só foi suficiente para evitar a queda em 2014, a edição com mais baixa média de pontos da história dos pontos corridos.

Em 2019, o time comandado por Marcão tem atuais 39% de chances de cair, de acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, e 38,5% de chances, segundo o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que calculam probabilidades no futebol.

Fonte: UOL 

Após empate, Flu dorme fora da zona de rebaixamento

Flu e Atlético-MG ficaram no empate na noite de ontem (16), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O time tricolor abriu o placar em gol contra de Patric, ainda no começo do duelo. Nos minutos finais, Di Santo deixou tudo igual. Com o resultado, o Flu chegou aos 35 pontos e sai momentaneamente da zona de rebaixamento – o Cruzeiro, que também tem 35 pontos e perde no número de vitórias, enfrenta o Avaí amanhã (17).

Na próxima rodada, o Fluminense visita o CSA na próxima segunda-feira (25), às 20:00.

O goleiro Marcos Felipe, criado nas categorias de base do Fluminense, foi titular pela primeira vez na temporada. O jovem ocupou a vaga de Muriel, que sofreu uma fratura na mão esquerda e não atua mais nesta temporada. No fim do jogo, ele se atrapalhou e acabou cedendo escanteio para o Atlético-MG, mas conseguiu afastar o perigo logo depois. Ele pouco trabalhou no decorrer da partida, mas acabou sendo vazado no fim.

O time de Marcão conseguiu fazer um bom primeiro tempo, empurrando o Atlético-MG para o campo de defesa e criando oportunidades quando chegava pelos lados. No segundo tempo, o time começou mais lento, dando espaços, mas conseguiu equilibrar as ações e ter chance de ampliar a vantagem no placar. No fim da partida, a equipe tricolor acabou recuando demais e “chamou” o Atlético-MG, que na basa do tudo ou nada conseguiu empatar.

Fonte: bol

Mesmo sem vencer Fluminense diminui chances de queda

Foto: Divulgação

A rodada pode não ter sido tão boa para o Fluminense, mas isso muito em conta do próprio Tricolor, que não venceu sua partida. Pois seus adversários direto na briga pelo rebaixamento também não venceram.

Os resultados foram tão bons que mesmo com o empate diante do Vasco, o Fluzão viu suas chances de queda diminuírem de 61% para 56%, e mais, viu encurtar a distância para Botafogo e Ceará, além de manter a mesma diferença para o Cruzeiro.

Botafogo e Ceará, que perderam na rodada, para Santos e Palmeiras respectivamente, se mantiveram com 33 pontos. Já o Cruzeiro, que empatou com o Bahia, chegou aos mesmos 33 pontos.

O Fluminense, com o empate, foi a 31, e, caso vença o São Paulo, na próxima quinta-feira (7), tem grandes chances de deixar o temido Z-4.

Após fim da rodada, chances de rebaixamento do Flu ficam ainda maiores

A 29ª rodada do Brasileirão nao foi muito boa para o Fluminense.

Além de ser derrotado por mais um adversário direto, o Tricolor viu uma combinação de resultados lhe empurrar direto para a zona de rebaixamento.

Com isso, segundo o site “Info Bola”, do matemático Tristão Garcia, a chance de queda da da equipe de Marcão, que era de 52% após a derrota para o Ceará, aumentou para 56% com o fim da rodada e principalmente a vitória do Cruzeiro sobre o Botafogo.

Veja as chances de rebaixamento:
10º LUGAR: GOIÁS – 1%
11º LUGAR: VASCO – 2%
12º LUGAR: FORTALEZA – 6%
13º LUGAR: ATLÉTICO-MG – 9%
14º LUGAR: BOTAFOGO – 15%
15º LUGAR: CEARÁ – 21%
16º LUGAR: CRUZEIRO – 26%
17º LUGAR: FLUMINENSE – 56%
18º LUGAR: CSA – 66%
19º LUGAR: CHAPECOENSE – 99%
20º LUGAR: AVAÍ – 99%

Após nova derrota chance de rebaixamento do Fluminense já ultrapassa os 50%

Foto: Lucas Merçon/FFC

Após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, dessa vez, 2 a 0 para o Ceará, o Fluminense viu suas chances de rebaixamento aumentar e ultrapassar os 50%.

Há quatro rodadas sem vencer, com três derrotas e um empate, o Flu pulou de 12% na 25° rodada, para 52% atualmente.

Tirando Avaí e Chapecoense que possuem, segundo os matemáticos, 99% de chances, e o CSA, recém promovido à Série A, tendo 62%, o Fluminense é o clube com mais possibilidades de queda.

Cruzeiro e Botafogo que ainda jogam hoje, possuem 46% e 8% respectivamente. Ceará que venceu o Fluminense na rodada, diminuiu para 18%, enquanto Atlético MG e Fortaleza possuem 8% e 5% respectivamente.

Risco de queda despenca após reação do Fluminense no Campeonato Brasileiro

A invencibilidade de cinco jogos, com três triunfos em sequência, deu ao Fluminense um pouco de tranquilidade no Campeonato Brasileiro. Em 14º lugar, com 29 pontos e a quatro da zona de rebaixamento, o Tricolor tem 12% de risco de queda à segundona.

Houve uma enorme redução nos números, anteriormente mais assustadores. A calculadora chegou a indicar 78% depois da 17ª rodada – a derrota para o Avaí; 49% na virada do turno – a goleada para o Goiás; e, após o 1 a 0 sobre o Botafogo, 20%. Mesmo assim, o matemático Tristão Garcia aconselha a equipe a não dar bobeira.

— Ainda não dá para relaxar de jeito nenhum, porque o campeonato é muito difícil. O que pode mudar esses números é o Fluminense voltar a perder pontos para adversários diretos, como perdeu para Avaí e CSA — disse ao GloboEsporte.com.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Com dois triunfos seguidos, Fluminense vê diminuir chance de rebaixamento

O jogo contra o Cruzeiro (18º), quarta-feira, no Mineirão, é crucial na campanha do Fluminense (15º) contra o rebaixamento. Mas os triunfos sobre Grêmio e Botafogo, em sequência, ajudaram a equipe a, ao menos, respirar no Campeonato Brasileiro. Com 25 pontos, abriu três de vantagem sobre o Z-4.

O novo cálculo de Tristão Garcia aponta 20% de risco de queda à Série B. Houve uma considerável redução nos números, anteriormente mais assustadores. A calculadora chegou a indicar 78% depois da 17ª rodada e 49% na virada do turno.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top