fbpx

Longa Invencibilidade! Jogando em casa, Flu não perde para o Bahia há 9 anos

Fluminense e Bahia se enfrentam neste domingo (11), às 16h, no Maracanã, pela 15° rodada do Brasileiro. Buscando se consolidar entre os primeiros, Tricolor carioca chega para esta partida com um fator favorável, o retrospecto.

A última vez que saiu derrotado, como mandante, foi em 2011, também pelo Brasileiro. Na ocasião a equipe baiana levou a melhor e venceu por 1 a 0. À época, com o Maracanã fechado para as obras da Copa do mundo, a partida foi realizada no Nilton Santos.

De lá pra cá, as equipes se enfrentaram mais seis vezes, onde o Flu saiu vitorioso três vezes e empatou outras três.

Confira o retrospecto de Fluminense e Bahia, em jogos disputados no Rio.

Fluminense 2 x 0 Bahia – Brasileirão 2019
Fluminense 1 x 1 Bahia – Brasileirão 2018
Fluminense 1 x 1 Bahia – Brasileirão 2017
Fluminense 1 x 1 Bahia – Brasileirão 2014
Fluminense 1 x 1 Bahia – Brasileirão 2013
Fluminense 4 x 0 Bahia – Brasileirão 2012

foto: torcedores.com





Retrospecto positivo! Flu não perde para o Corinthians há cinco jogos

Equipes se enfrentam neste domingo (12), às 16h, no Maracanã, pela 10° rodada do Brasileiro. E o Tricolor, num retrospecto recente, leva a melhor sobre a equipe paulista. Nos últimos cinco confrontos foram três vitórias e dois empates.

A última vez que o Flu saiu de campo derrotado, foi em 2018, também, pelo Brasileiro. Na ocasião o time do Parque de São Jorge, venceu por 2 a 1, jogando em seus domínios. De lá pra foram mais cinco duelos, sendo três pelo Brasileirão e dois pela Sul-americana.

Confira os últimos cinco jogos entre Fluminense e Corinthians

Corinthians 1 x 2 Fluminense – Brasileirão 2019
Fluminense 1 x 0 Corinthians – Brasileirão 2019
Fluminense 1 x 1 Corinthians – Copa Sul-Americana 2019
Corinthians 0 x 0 Fluminense – Copa Sul-Americana 2019
Fluminense 1 x 0 Corinthians – Brasileirão 2018

Vindo de três resultados negativos, o Fluminense tem a chance de voltar a vencer no Brasileiro, diante de um conturbado Corinthians, que chega para esse confronto sem técnico, já que Tiagu Nunes foi demitido esta semana e com desfalques importantes, como o lateral-direito Fagner, suspenso.

Foto: Divulgação Gazeta Esportiva



Mesmo fora de casa Flu leva a melhor sobre São Paulo, em retrospecto recente

Após tropeçaram na última rodada, Tricolor carioca e paulista, se enfrentam neste domingo (06), às 16h, no Morumbi, pela oitava rodada o Brasileiro, em busca de reabilitação. E mesmo jogando fora de seus domínios, o Fluminense tem levado a melhor sobre o São Paulo.

Nos últimos 10 confrontos entre as equipes, o Flu soma 4 vitórias, 4 empates e 2 derrotas, com um aproveitamento de 53,3%.
A última vitória do São Paulo, como mandante, foi em 2016, pelo Brasileiro. Na ocasião o time paulista venceu por 2 a 1. De lá pra cá, foram mais três encontros, também pelo Brasileiro. Sendo dois empates, ambos por 1 a 1 e uma vitória para o lado das Laranjeiras, por 2 a 0.

Confira os últimos jogos entre Fluminense e São Paulo, jogando na em São Paulo.

São Paulo 0 x 2 Fluminense – Brasileirão 2019
São Paulo 1 x 1 Fluminense – Brasileirão 2018
São Paulo 1 x 1 Fluminense – Brasileirão 2017
São Paulo 2 x 1 Fluminense – Brasileirão 2016
São Paulo 0 x 0 Fluminense – Brasileirão 2015
São Paulo 1 x 3 Fluminense – Brasileirão 2014
São Paulo 2 x 1 Fluminense – Brasileirão 2013
São Paulo 1 x 1 Fluminense – Brasileirão 2012
São Paulo 1 x 2 Fluminense – Brasileirão 2011
São Paulo 1 x 4 Fluminense – Brasileirão 2010

foto: divulgação

Estagnado! Flu tem o segundo pior ataque, dentre os clubes da Serie A, desde a retomada do futebol

Em levantamento feito, levando em consideração apenas as partidas oficiais no período pós-quarentena, mostra um contraste preocupante, se comparado aos números até parada, por conta da pandemia, onde a equipe tinha o segundo melhor ataque.

Até as competições serem interrompidas no Brasil, o Fluminense de Odair Helmann, havia conquistado resultados convivente, mesmo que o desempenho em campo àquela época já fosse motivos de críticas. O time fez 32 gols em 15 jogos disputados. Tendo uma média de 2,13 gols por partida. Naquele momento a equipe tinha o segundo ataque mais positivo, entre os clubes da Serie A, perdendo apenas para o rival, Flamengo.

Porém, desde a volta do futebol, em julho, o Tricolor não conseguiu repetir o mesmo retrospecto conquistado anteriormente e viu seu ataque ficar estagnado. Até aqui, nas oito partidas oficiais que disputou, a equipe empatou quatro vezes, perdeu outras quatro e não venceu nenhuma.

E os números se tornam ainda mais preocupantes, quando nota-se que, desde que a bola voltou a rolar, o time marcou apenas três vezes. O que dá uma média de 0,3 gols por partida. Que corresponde há 9% dos gols marcados no período pré-pandemia.

Neste domingo (16), Odair terá mais uma oportunidade de virar a chave, diante do Internacional, no Maracanã, às 18h, pela 3° rodada do Brasileiro. Treinador e time buscam a primeira vitória na competição e, mais que isso, o primeiro triunfo em jogos oficiais, desde a retomada do futebol.

Confira o ranking de melhor ataque entre as equipes da Serie A, após a parada

1° Athletico-PR – 18 pró | 4 contra – em 8 jogos (2,2)
2° Ceará – 18 pró | 7 contra – em 10 jogos (1,8)
3° Bahia – 17 pró | 8 contra – em 12 jogos (1,4)
4° Atlético-MG – 14 pró | 4 contra – em 6 jogos (2,3)
5° Sport – 14 pró | 7 contra – em 8 jogos (1,7)
6° Flamengo – 11 pró | 6 contra – em 8 jogos (1,3)
6° Fortaleza – 11 pró | 6 contra – em 8 jogos (1,3)
8° Internacional – 10 pró | 3 contra – em 7 jogos (1,4)
9° Grêmio – 10 pró | 5 contra – em 7 jogos (1,4)
10° Corinthians – 9 pró | 4 contra – em 7 jogos (1,2)
11° RB Bragantino – 9 pró | 7 contra – em 7 jogos (1,2)
12° Coritiba – 9 pró | 8 contra – em 8 jogos (1,1)
13° São Paulo – 8 pró | 7 contra – em 4 jogos (2,0)
14° Botafogo – 7 pró | 3 contra – em 4 jogos (1,7)
15° Palmeiras – 7 pró | 4 contra – em 7 jogos (1,0)
16° Vasco – 6 pró | 1 contra – em 3 jogos (2,0)
17° Santos – 5 pró | 10 contra – em 5 jogos (1,0)
18° Atlético-GO – 3 pró | 0 contra – em 1 jogo (3,0)
19° Fluminense – 3 pró | 9 contra – em 8 jogos (0,3)
20° Goias – 1 pró | 2 contra – em 1 jogo (1,0)

*Posição |Time | Gols Pró | Gols Contra | N° Jogos oficiais | Média de Gols/Partida

Foto: Lucas Merçon – FFC








Números favoráveis: Fluminense leva ampla vantagem em finais contra o rival

O Fluminense enfrenta o Flamengo na noite desta quarta-feira (15) pela final do Campeonato Carioca 2020. Em desvantagem no placar após perder de 2 a 1 na primeira partida, o Tricolor precisa vencer com um gol de diferença para levar o jogo para os pênaltis ou dois gols ou mais para ser campeão no tempo normal.

Se no jogo o Flu está em desvantagem, no retrospecto de decisões a vantagem é Tricolor. As duas equipes já se enfrentaram em 12 decisões estaduais: o Flu venceu oito ( 1919, 1936, 1941, 1969, 1973, 1983, 1984 e 1995) contra quatro do Flamengo (1963, 1972, 1991 E 2017).

Na última do Flu, em 95, o Flamengo embora não se trata-se de uma final de fato – a competição era através de um quadrangular, o Flamengo chegou no último jogo precisando apenas de um empate contra o Fluminense. contudo, Renato Gaúcho e sua barriga deram o gol do título ao Tricolor.

Por outro lado, em 2017 na última vez em que as equipes se decidiram o Estadual, o Flamengo havia ganhado o primeiro jogo e precisava do empate para ser campeão. E o polêmico gol de Guerrero empatou a partida que dava o título à equipe rubro-negra. Rodinei, no final ainda fez o segundo dando a vitória e o título ao Flamengo

Vasco x Flu: Tricolor têm retrospecto completamente desfavorável para o clássico de logo mais

foto: Reprodução / Twitter

O Fluminense entra em campo logo mais às 19hrs para enfrentar o Vasco no primeiro grande teste do Tricolor na temporada.

Com ambas equipes invictas no ano, o clássico pode definir quem será o primeiro colocado do grupo e, enfrentar teoricamente um adversário mais fácil, uma vez que na outra chave o Flamengo já tem o primeiro lugar garantido e Bangu com 7pts, Boa Vista com 6, Resende com 5 e Cabofriense com 4 brigam pela segunda colocação, o Botafogo com apenas um ponto ganho em quatro jogos disputados já está matemáticamente eliminado.

Além do primeiro lugar do grupo, uma vitória do Fluzão pode quebrar um longo jejum, já que o clube das Laranjeiras está há quase dois anos sem uma vitória diante do Vasco. O último triunfo Tricolor aconteceu em abril de 2017 pela semifinal do Estadual daquele ano. De lá para cá, foram seis partidas, com dois empates e quatro derrotas.

O Fluzão leva desvantagem também no confronto histórico, onde em 367
partidas, somando 118 vitórias, 104 empates e 145 derrotas. O último clássico aconteceu em novembro do ano passado, com o Vasco vencendo por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Não é só no confronto que o Tricolor tem desvantagem. O palco do jogo, o estádio Mané Garrincha, traz um grande incômodo ao Fluzão, que atuou por lá desde que o estádio foi reformado para a disputa da Copa do Mundo de 2014, em oito oportunidades, acumulando seis derrotas, um empate e uma vitória.

Ou seja, o jogo de hoje vale muito mais do que os tradicionais três pontos…

Top