Com Flu arcando 100% do salário, Rodolfo estende empréstimo com Oeste-SP

Segundo portal de notícias ”NETFLU”, o goleiro Rodolfo que foi emprestado pelo Fluminense ao time paulista Oeste, que hoje joga a serie C.

Segundo o próprio jogador, o Oeste-SP pediu para que o contrato fosse renovado e o goleiro ficará no time paulista até o final do ano. Um detalhe que indagou a torcida é que o Fluminense mesmo não aproveitando o goleiro, o clube arca 100% com o salário do jogador. Confira o que disse ao site:

” O meu contrato foi renovado para eu jogar a Série C, o Oeste pediu para ser renovado e eu confirmei com o Fluminense, que liberou prontamente. Quem arca com os meus salários é o Fluminense”. Disse Rodolfo

Perguntado também como está se sentindo após o problema com doping, Rodolfo disse estar muito bem.

” Eu estou me sentindo muito bem. Tudo o que eu mais queria era voltar a jogar e acho que as coisas vão melhorar ainda mais na Série C. É uma grande alegria poder fazer o que eu mais gosto. A lição que eu tiro é que não devemos desistir dos nossos sonhos e aprender sempre com os nossos erros.” finalizou.

Foto: Instagram pessoal do jogador

Sem espaço no Flu, goleiro Rodolfo deve ser emprestado para clube paulista

O goleiro Rodolfo que foi liberado da suspensão por doping, deve retomar sua carreira longe do Fluminense. Sem espaço no clube após a suspensão, o atleta deve ser emprestado ao Oeste-SP, para disputa do Campeonato Paulista.

A informação foi dada em primeira mão pelo portal NetFlu, que informou ainda que o contrato do goleiro com o clube paulista será até o final do Campeonato Estadual.

Ainda de acordo com o Netflu, embora o goleiro tenha contrato com o Fluminense até o final do ano, o clube não criará dificuldades caso de oferta pelo jogador.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Após fim da suspensão por doping, Rodolfo já treina no CTCC

O goleiro Rodolfo que já está livre da punição após ser flagrado no exame antidoping, já está treinando normalmente no CTCC (Centro de Treinamento Carlos Castilho).

A volta porém não deve ser tão fácil. Titular do time quando foi pego no antidoping, Rodolfo seria atualmente a quarta opção para o gol Tricolor, que conta com o titular Marcos Felipe, Muriel e João Lopes.

Em entrevista recente o próprio presidente do clube, Mário Bittencourt, confirmou que o goleiro seria hoje a quarta opção e deixou seus empresários livres para procurarem outro clube para o goleiro atuar.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Goleiro Rodolfo tem pena reduzida e já pode voltar a atuar

Flagrado no exame antidoping após a vitória do Fluminense por 4 a 1 sobre o Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana no dia 23 de maio de 2019, o goleiro Rodolfo teve a pena reduzida pela Conmebol e após um ano e sete meses de suspensão, poderá voltar a atuar.

Em maio do ano passado, a defesa de Rodolfo já havia entrado com um recurso na câmara de apelação da Conmebol, quando conseguiu a redução da pena em um ano, liberando o goleiro para treinos e jogos a partir de 23 de março de 2021. Contudo, um novo recurso aceito pela Comissão Disciplinar da Conmebol, em julgamento, voltou a reduzir a pena e liberou o jogador com base nas novas determinações da Agência Mundial Antidoping (WADA-AMA) para 2021.

Em agosto de 2020, Rodolfo também moveu recurso no Tribunal Arbitral Desportivo (TAS), que julgou em dezembro e negou a solicitação, mantendo a decisão da Conmebol. Porém, a história mudou com as novas regras da Agência Mundial Antidoping, que começaram a valer desde 1º de janeiro. Três dias depois, a defesa do goleiro entrou com novo recurso que foi aceito na última quarta-feira. Nos próximos 21 dias ainda caberá recurso por parte do tribunal.

Aos 29 anos, Rodolfo tem contrato até 31 de dezembro de 2021. O Fluminense ainda não informou se o goleiro será reintegrado ao elenco. Para a posição, o clube hoje conta com Marcos Felipe, que vem sendo o titular da equipe, Muriel, atualmente na reserva, e João Lopes, que vem jogando pelo time sub-23 no Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Conmebol reduz pena do goleiro Rodolfo

O goleiro do Fluminense conseguiu a redução da pena para um ano e também a revogação da multa de US$ 20 mil. O resultado saiu na segunda-feira (25), em resposta ao recurso do jogador de 23 de abril.

Na decisão original, a suspensão seria de três anos – reduzida para dois – saiu em 20 de dezembro, além da redução, a decisão também anula a obrigação do jogador submeter-se a controles mensais de dopagem.

Rodolfo tem contrato por três temporadas com o Fluminense, seu vínculo vai até 31 de dezembro de 2021. Vale lembrar que o goleiro testou positivo em droga social – substância benzoilecgonina, proibido no regulamento de doping – no jogo de 23 de maio do ano passado, depois da vitória por 4 a 1 sobre o Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia, pela Sul-Americana.

Fonte: GloboEsporte

Foto Reprodução: Lucas Merçon/FFC

Jornal afirma que Flu tem interesse em zagueiro do Paraná Clube

Nessa época do ano é normal que o Fluminense seja ventilado como provável destino de alguns atletas do futebol brasileiro. Agora, a bola da vez é o zagueiro Rodolfo, que jogou o último Brasileirão pelo Paraná Clube.

Segundo informações do jornal “Bem Paraná”, o defensor de 25 anos, acertou na última terça-feira seu desligamento do clube. O destino pode ser o tricolor mas a reportagem também informa o interesse do Coritiba no jogador.

Ainda de acordo com a publicação, o Flu já havia tentando a sua contratação em setembro deste ano, mas não teve sucesso. A rescisão do contrato do jogador com o Paraná já foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

(Foto: Reprodução/Bem Paraná)

Rodolfo foi titular do Paraná Clube praticamente durante toda a disputa do Campeonato Paranaense e da Série B do Brasileirão. Ele disputou 45 partidas e marcou 3 gols.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Rodolfo é processado pela Conmebol por uso de cocaína

Tribunal de Disciplina encaminha denúncia e cita pela primeira vez presença da droga. Advogados do atleta encaminharam defesa na última sexta-feira (8) e esperam por julgamento.

O processo contra Rodolfo por doping começou a correr na Conmebol. A entidade fez avançar a denúncia contra o goleiro, e os advogados do Fluminense já enviaram a primeira defesa do jogador, acusado de uso de cocaína, ao Tribunal Disciplinar.

A Conmebol se manifestou pela última vez no último dia 18 de outubro, quando fez a “abertura do expediente disciplinário” e notificou a defesa do atleta a se manifestar nos 21 dias seguintes. No documento, o tribunal afirma que “foi detectado na amostra a presença da substância proibida “cocaína”, metabolito Benzoilecgonina. É a primeira vez, em todo o processo, que uma das partes confirma o uso da droga.

Na última sexta-feira (8), a defesa de Rodolfo foi encaminhada ao Tribunal Disciplinar. Tanto o Fluminense quanto o atleta permanecem em silêncio sobre a origem da substância proibida, o que faz parte da estratégia da defesa. Mesmo que o goleiro tenha aberto mão de realizar contraprova. Agora, o jogador espera pelo avanço do julgamento, que pode acontecer ainda neste mês, mas não é garantido.

Fonte: globoesporte

Fluminense trabalha com dois nomes que podem reforçar a zaga Tricolor

Foto: Geraldo B./Agência Brasil

O Fluminense busca desesperadamente a contratação de um zagueiro. Rhodolfo, do Flamengo era o nome pretendido pela diretoria e comissão técnica, porém, o rubro-negro sinalizou que pretende contar com o jogador para o restante da temporada e esfriou o interesse do Flu.

Com isso, diante da dificuldade em achar um nome para o setor dentre os clubes da Série A, a direção Tricolor volta os olhos para a série B. E de acordo com o site Globoesporte.com, Rodolfo, do Paraná é um dos nomes estudados pela direção carioca.

Além dele, Ramon, do Vitória, de acordo com o site Lance!, também é outro nome estudado pelos Tricolores.

Contudo, a diretoria do Flu encherga que não existe um consenso em em nenhum dos nomes e com isso, nenhuma proposta foi formalizada.

O clube no entanto não tem muito tempo, uma vez que a janela para contratação ainda nesta temporada se encerra no próximo dia 27.

Digão garante apoio do grupo a Rodolfo: “Não estamos aqui para julgar”

Flagrado em exame de doping por suposto uso de cocaína, o goleiro Rodolfo negociou com a diretoria, por norma legal, a suspensão do contrato com o Fluminense. Ele não pediu a contraprova, onde poderia contrariar o resultado do primeiro exame, o que indica que assume culpa.

Poucas horas após a veiculação da notícia, o zagueiro Digão, um dos líderes do elenco, postou em rede social mensagem de apoio ao companheiro.

– Bora, irmão. Você é guerreiro! Sei que o momento é delicado, mas se mantenha firme. Não estamos aqui para te julgar e sim para estender a mão. O grupo está com você.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense confirma doping do goleiro Rodolfo

Foto: Lucas Merçon/FFC

Por meio de uma nota oficial, o Fluminense confirmou que o goleiro Rodolfo, de 24 anos, foi pego no exame antidoping, após o jogo entre Fluminense x Atlético Nacional, da Colômbia, realizado no dia 23 de maio no Maracanã, válido pela Copa Sul-Americana.

Ainda de acordo com a nota, o próprio goleiro abriu mão da contra prova, ficando suspenso voluntariamente, tendo ainda seu contrato de trabalho suspenso. O clube contudo colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador e informou também que dará todo o suporte necessário ao goleiro.

Veja a nota na íntegra:

O Fluminense Football Club informa que o goleiro Rodolfo Alves de Melo foi flagrado no exame antidoping após a partida Fluminense x Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana, realizada em 23 de maio de 2019 no Maracanã. O clube e o atleta já realizaram uma reunião e uma petição foi apresentada à Conmebol, onde o jogador abriu mão da contraprova se colocando suspenso voluntariamente, para se dedicar exclusivamente à sua defesa. O Fluminense já colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador que, por norma legal, teve o contrato de trabalho suspenso.  A instituição dará todo o suporte necessário ao atleta.