Repórter indica que Mário não irá se manifestar, mas planeja contragolpe pela ação de Rubinho

O presidente da Federação do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, moveu um processo contra o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt por conta da publicação na final do estadual entitulada pelo mandatário Tricolor de GatoFerj.

Contudo, apesar da ação, o setorista do Flu pela Rádio Globo, Victor Lessa, confirmou que o presidente do Flu irá se manifestar contra a ação, porém, ainda de acordo com Lessa, Mário já planeja um forte contragolpe pela ação de Rubinho

Vale destacar que Rubens Lopes quer que Mário seja condenado aos “crimes de calúnia, difamação e injúria tipificados nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal”.

Mário Bittencourt é processado por postagem na final do Carioca

A postagem do presidente do Fluminense, Mário Bittencourt no dia da decisão do estadual, quando atacou diretamente a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, inclusive no título: Gatoferj, rendeu um processo ao mandatário Tricolor.

Segundo informou o portal Esporte News Mundo, o presidente da Ferj, Rubens Lopes entrou com uma ação de queixa-crime contra Mário, cobrando que o mandatário Tricolor seja condenado aos crimes de “calúnia, difamação e injúria tipificados nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal”.

Caso seja condenado, as penas somadas poderiam chegar a três anos e seis meses de detenção, além de multa.

Além disso, há também um processo da Ferj contra o Fluminense correndo na 24ª Vara Cível do TJRJ, basicamente com os mesmos argumentos, sendo cobrado danos morais, materiais e retratação, por parte da própria federação.

Presidente da Ferj responderá perguntas de jornalistas nesta sexta-feira

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou que o presidente da entidade, Rubens Lopes, responderá a diversas perguntas enviadas por jornalista na tarde desta sexta-feira (24).

Rubinho dará as respostas através de um canal da própria Federação no YouTube, o TVFerj.

Alguns veículos de imprensa foram contatados a enviarem suas perguntas e, o que chama atenção é de estar entre os selecionados dois veículos independentes do Flamengo, e nenhum dos outros times.

Vale destacar que alguns internautas mandaram suas perguntas através dos comentários, no entanto, não e garantido que sejam respondidos.

Foto em destaque: Divulgação/Ferj

Presidente da Ferj, Rubens Lopes acredita na volta do futebol com portões fechados até o final de 2020

O presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) Rubens Lopes, que também é médico infectologista, disse em entrevista ao programa Os Donos da Bola, da Bandeirantes, que o futebol deve ser com portões fechados até o final de 2020.

Ele manteve ainda seu posicionamento de manter a sequência do Carioca, e confirmou que reuniões vem sendo mantida com os clubes voltando aos treinamentos até o final de abril e o campeonato voltando na segunda quinzena de maio. Porém, deixou claro que ainda não há nada de concreto.

Vale destacar que caso isso ocorra, o Fluminense poderá mandar seus jogos novamente em Laranjeiras, porém, já se manteve favorável a volta dos jogos, mas deseja uma autorização da FIFA e órgãos de saúde para entrar em campo.

Presidente da Ferj garante continuidade do Campeonato Carioca: “o torneio será decidido no campo”

Em meio as incertezas que pairam sobre o futebol por conta da suspensão na atividade devido a pandemia do Coronavírus, o presidente da Ferj, Rubens Lopes, concedeu entrevista ao site UOL e confirmou a continuidade do Campeonato Carioca.

De acordo com Rubinho, a própria CBF garantiu a continuidade do torneio assegurando datas para a realização das finais dos estaduais:

– O Campeonato Carioca será decidido no campo, tão logo seja possível o retorno aos treinos. Não se trabalha com essa hipótese. Até porque recebemos a afirmação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de que serão disponibilizadas datas para finalização – disse Rubinho.

Paralisado até no mínimo o final de abril, Rubinho já projeta a volta do torneio após as férias dos atletas, acenando com a possibilidade de isolamento vertical (isolamento do grupo de risco).

– Na próxima quarta-feira, dia 1º de abril, haverá uma reunião, online, com os clubes para avaliação. Numa análise de tendências e possibilidades, prevalecendo as diretrizes do isolamento vertical (isolamento apenas do grupo de risco), haverá busca de um entendimento com os atletas para a hipótese de retomada das atividades após o retorno das férias. Tema para análise e reflexão – concluiu Rubinho