Evanilson, Peu, Igor Julião, Matheus Pato, Luiz Fernando, Marlon Freitas… Portal detalha quem são os 38 jogadores formados em Xerém que passaram pelo projeto Flu-Samorin, na Eslováquia; Só dois seguem no Fluminense

O projeto Flu-Samorin, filial Tricolor na Europa inicado em 2015 e encerrado em 2019 tinha como objetivos expor a marca do Fluminense na Europa e dar experiência internacional a jogadores formados em Xerém. Com o pagamento da dívida com o Samorin e encerramento do processo na FIFA, o portal GE fez um levantamento de todos os jogadores formados no Flu que passaram pelo futebol da Eslováquia.

Ao todo, 38 atletas formados em Xerém atuaram no STK Samorin entre 2015 e 2019. Desse total, apenas dois: Nascimento e Wisney, seguem no Fluminense. Entre os nomes que jogaram na Eslováquia, apenas Evanilson, hoje no Porto, conseguiu projeção internacional. Além do atacante, outros 11 jogadores foram aproveitados no Tricolor após retornarem da filial europeia, com destaque para Igor Julião, Marlon Freitas e Luiz Freitas.

Número de jogos pelo Fluminense após retornar do Samorin:

  • Igor Julião: 59 jogos (42 como titular) entre 2018 e 2021;
  • Evanilson: 28 jogos (22 como titular) entre 2019 e 2020;
  • Marlon Freitas: 27 jogos (18 como titular) entre 2017 e 2018;
  • Luiz Fernando: 16 jogos (9 como titular) entre 2017 e 2018;
  • Peu: 12 jogos (2 como titular) em 2017;
  • Luquinhas: 4 jogos (1 como titular) entre 2017 e 2018;
  • Fernando Neto: 3 jogos (3 como titular) em 2018;
  • Nascimento: 3 jogos (0 como titular) entre 2020 e 2021;
  • Gabriel Capixaba: 2 jogos (1 como titular) em 2020;
  • Wisney: 2 jogos (0 como titular) em 2020;
  • Christian: 1 jogo (0 como titular) em 2020;
  • Matheus Pato: 1 jogo (0 como titular) em 2020;

Primeira janela: 2015 (2º semestre)

  • João Vitor, atacante (24 anos) – Athletic-MG
  • Kassiano, zagueiro/volante (26 anos) – Jomo Cosmos, da África do Sul
  • Michel, meia (24 anos) – sem clube
  • Thiago André, atacante (25 anos) – Tupi-MG
  • Rafael, zagueiro (24 anos) – sem clube

Segunda janela: 2016 (1º semestre)

  • Danilo Mariotto, atacante (25 anos) – Al Washm FC, da Arábia Saudita
  • Gabriel Hernandes, volante (23 anos) – sem clube
  • José Alexandre (Ramires), meia-atacante (23 anos) – sem clube
  • Jhonatan, zagueiro (24 anos) – Athletic-MG
  • Leonel Aubán, atacante (26 anos) – Amarante FC, de Portugal
  • Levi, meia (25 anos) – 7 de abril-RJ
  • Lucas Carvalho, lateral-direito/meia (25 anos) – Caxias-RS
  • Rômulo, meia (23 anos) – São Joseense-PR
  • Zé Lucas, atacante (27 anos) – Swieqi United, de Malta

Terceira janela: 2016 (2º semestre)

  • Luiz Fernando, volante (26 anos) – Al Fahaheel, do Kuwait
  • Luquinhas, meia-atacante (27 anos) – Joinville-SC
  • Matheus Pato, atacante (26 anos) – Daejon Hana, da Coreia do Sul
  • Peu, atacante (28 anos) – Cascavel-PR

Quarta janela: 2017 (1º semestre)

  • Alan Fialho, zagueiro (28 anos) – Sem clube
  • Estevão, atacante (22 anos) – Sem clube
  • Marlon Freitas, volante (26 anos) – Atlético-GO
  • Willian, meia (22 anos) – Independente de Limeira-SP

Quinta janela: 2017 (2º semestre)

  • Breno Santos, lateral-direito (25 anos) – Artsul-RJ
  • Fernando Neto, lateral-esquerdo/meia (28 anos) – Vitória-BA
  • Gabriel Silveira, atacante (22 anos) – Sem clube
  • Igor Julião, lateral-direito (27 anos) – Vizela FC, de Portugal
  • Nascimento, volante (22 anos) – Fluminense
  • Schutz, atacante (22 anos) – Independente de Limeira-SP
  • Wisney, lateral-direito (22 anos) – Fluminense

Sexta janela: 2018 (1º semestre)

  • Evanilson, atacante (22 anos) – Porto, de Portugal
  • Matheus Saturnino, lateral-direito (21 anos) – Sem clube
  • Bernardo Lacerda, meia (22 anos) – Barra da Tijuca-RJ
  • Christian, atacante (22 anos) – Marinhense, de Portugal

Sétima janela: 2018 (2º semestre)

  • Guilherme Eulálio, volante (24 anos) – Caldense-MG
  • John Everson, volante (21 anos) – Botafogo-SP
  • Euller, atacante (26 anos) – Kercem Ajax, de Malta

Oitava janela: 2019 (1º semestre)

  • Diogo, lateral-direito (23 anos) – Brasiliense-DF
  • Gabriel Capixaba, meia-atacante (23 anos) – Amora FC, de Portugal
  • Luquinhas, meia-atacante (27 anos) – Joinville-SC
  • Peu, atacante (28 anos) – Cascavel-PR

Fonte: GE

Foto: Divulgação STK Samorin

Fluminense deve pagar dívida para encerrar Samorin

Após anunciar em janeiro o desejo de encerrar o Samorin, o Fluminense negocia a rescisão, que deve ser concluída no início do próximo semestre. Para dar fim à parceria, porém, o clube precisa pagar uma dívida de R$ 2,2 milhões.

O contrato não prevê pagamento de multa no ato do distrato. Em contrapartida, exige que as mensalidades estejam em dia. O repasse de verba à Eslováquia não é cumprido desde junho de 2018.

Dada a crise financeira, o Fluminense reconheceu a impossibilidade de prosseguir com a filial europeia. Até o ano passado, o investimento era de 63 mil euros (R$ 278 mil). Para a nova temporada, a diretoria buscou patrocínios, mas sem sucesso. Assim, reduziu os gastos a 15 mil euros (R$ 63 mil).

Nono colocado na segunda divisão eslovaca, que termina em sete rodadas, o Samorin tem no elenco quatro jogadores tricolores: Luquinhas, Peu, Diodo e Gabriel Capixaba.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Com parceria com o Fluminense por encerrar, Samorin estreia sábado com quatro tricolores

Filial do Fluminense na Eslováquia, o Samorin, que se preparou para a temporada com três amistosos, estreará com jogo no sábado, contra o FC Petrzalka, válido pela segunda divisão nacional. A equipe apresenta quatro tricolores, sendo dois novatos na Europa. Diogo e Gabriel Capixaba, além de Luquinhas e Peu, que revivem a experiência.

– Chegamos no início do ano e foi importante este tempo até a estreia para a adaptação. Realmente é tudo diferente, incluindo o clima muito frio de inverno europeu. Mas, aos poucos, já vou me ambientando à cidade, aos costumes locais. Está sendo um grande aprendizado – disse Diogo.

Sem caixa para bancar o projeto, o Tricolor decidiu, em janeiro, encerrá-lo. Os eslovacos, por sua vez, creem que o próximo presidente retome a parceria, o que, hoje, é considerado improvável. Jogadores e funcionários brasileiros devem voltar ao Brasil em seis meses, como prevê o contrato.

Originalmente lateral-direito, Diogo, de 20 anos, vem sendo testado nos treinos como zagueiro. Ele chegou a ser relacionado para compromissos do profissional em 2017, mas não recebeu chances no time. A passagem pelo Samorin, na visão dele, pode significar ganho de bagagem, na intenção de ser integrado ao elenco de Fernando Diniz.

– O objetivo principal deste período aqui no Samorin é ter uma sequência de jogos e ganhar rodagem, além de poder ter a experiência de jogar em um país com um estilo de jogo bem diferente do nosso. E, pelas minhas características, isso é excelente. Sou um lateral que primeiro privilegia o setor defensivo e fica muito ligado nas questões táticas. E, aqui na Europa, tudo isso é trabalhado nos treinamentos de maneira incisiva. Já fui colocado também para treinar como zagueiro, até para desempenhar uma função diferente. Isso ajuda a diversificar nosso repertório.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Ex-Samorin atua em amistosos, marca gol e aguarda futuro ser definido

Contratado há menos de duas semanas, Marcelo Oliveira ainda está conhecendo o elenco que tem nas mãos. Terça-feira, por exemplo, promoveu um jogo-treino em que usou apenas os jogadores considerados reservas. O amistoso, ocorrido no Centro de Treinamento, na Barra, foi contra o Maricá, derrotado por 4 a 0. O treinador pôde observar um por um, com destaque maior para Fernando Neto, João Carlos, Samuel e Luquinhas, autores dos gols.

Oriundo do Flu-Samorin, Fernando Neto vive, aos 25 anos, a expectativa de ser reintegrado ao grupo principal, no qual figurou nos anos de 2013 e 2014. Tem sido avaliado por Marcelo Oliveira e deixou sua marca no jogo-treino, o que pode ter despertado um olhar diferenciado do comandante sobre seu futebol. Igor Julião também aguarda seu futuro ser definido. Há a chance de ambos retornarem para a Eslováquia.

Nesta quarta-feira, foi a vez do time titular ser testado. E decepcionou: derrota para a Portuguesa-RJ, por 1 a 0, com Fernando atuando por alguns minutos. A ideia da comissão técnica é programar mais um amistoso, tendo, talvez, o Volta Redonda como adversário. A primeira partida oficial pós-Copa é dia 19 de julho, contra o Vasco, em São Januário.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

Trio deixa a Eslováquia e vive expectativa de ser aproveitado por Abel Braga

No topo da tabela do Campeonato Brasileiro, o Fluminense entende a importância de um elenco mais encorpado para a disputa de um torneio tão longo. É baseado nesta necessidade do clube que Fernando Neto, Igor Julião e Matheus Pato vivem a expectativa de serem integrados ao elenco de Abel Braga. Com o fim da temporada europeia, o trio deixou o Samorin e, agora, curte as férias. Como têm mais de 20 anos, os jogadores podem ser avaliados pelo técnico do time. A tendência, no entanto, é que retornem à filial tricolor.

Nove atletas foram devolvidos pelo Samorin e, destes, seis têm idade para atuar no sub-20 do Fluminense. Inclusive, quatro já treinam para o início do Brasileirão da categoria. São eles Nascimento, Bernardo, Evanilson e Christian. Em breve, mais dois devem se juntar ao grupo: Saturnino e Gabriel Silveira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!