fbpx

Atlético Mineiro e Santos surgem como principais opções por Luciano

Foto: Lucas Merçon/FFC

Após pedir para não enfrentar a Chapecoense, evitando desta forma estourar o limite de sete jogos com a camisa Tricolor, começou a ser especulado sobre uma possível saída de Luciano do Fluzão.

Não demorou muito para aparecerem possíveis destinos para o atacante que é o principal artilheiro do Fluminense na temporada, com 15 gols. O Canal Flunews apurou que Atlético Mineiro e Santos, seriam os clubes com maiores chances de contar com o futebol do camisa 18.

Um twitter do repórter Henrique André, setorista do Galo no jornal Hoje em Dia, confirmou o interesse do clube mineiro no jogador, porém, descartou uma possível troca por Maicon Bolt, negociação que foi levantada logo após vazar a notícia de que Luciano estaria de fora da partida contra a Chapecoense.

Contudo, vale informar que mesmo estando emprestado ao Flu, o Tricolor pode sim pedir um compensação seja em troca de jogador ou até mesmo em dinheiro para liberar o atacante antes do fim do contrato de empréstimo.

Já o Canal Flunews obteve a informação de que o atacante estaria em negociações avançadas com outra equipe: o Santos, que embora já tenha contratado Uribe para o setor, ainda pretende reforçar o setor ofensivo da equipe. Caso a negociação avance, o nome que pode pintar no Tricolor, é do goleiro Vanderlei, de 35 anos e que estava fora dos planos de Sampaoli no início da temporada, mas conquistou a posição de titular do Peixe.

Assim como Luciano, Vanderlei tem seis partidas no atual Campeonato Brasileiro, e já teria pedido para não completar a sétima partida pela equipe paulista. Tanto é que no clássico desta nona rodada, nesta quarta-feira (12), contra Corinthians, Everson será o titular.

Yuri consegue liberação do Santos e tem viagem marcada para assinar com o Fluminense

Após treinar na manhã deste sábado no Centro de Treinamento Rei Pelé, o volante Yuri, que atuou em 11 jogos em 2019, conseguiu a liberação do Santos para finalizar a negociação com o Fluminense no início da semana que vem. Aos 24 anos, ele chega por empréstimo até o fim da temporada.

Sem espaço com Jorge Sampaoli, Yuri trabalhou com Fernando Diniz em 2016, à época de Audax-SP. Foi o técnico, inclusive, que pediu a contratação. Segundo o LANCE!, o jogador deve viajar ao Rio de Janeiro neste domingo e realizar exames médicos nos próximos dias.

– É um jogador muito técnico, corajoso para jogar. Agora, depende das negociações com o Fluminense. Mas é um jogador que eu gosto e todos sabem disso – disse Diniz, após a derrota para o Peixe, por 2 a 1, quinta-feira (jogo para o qual Yuri não foi relacionado, em razão da tratativa).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Negociação avança e Fluminense fica próximo de anunciar Yuri

Foto: Divulgação

O volante Yuri está muito próximo de ser o novo reforço do Fluminense. O jogador que está sem espaço na equipe do Santos, vê com bons olhos uma mudança para o Tricolor e o reencontro com o Fernando Diniz, com quem trabalhou no Audax-SP, em 2016.

De acordo com informações do UOL Esportes, o Santos já aceitou arcar com partes do salário do volante que já chegou a um acordo com o Flu e deve ser anunciado pelo clube das Laranjeiras a qualquer momento.

Yuri foi um pedido de Diniz para reforçar um setor que vem sofrendo grandes críticas por parte do torcedor. Ao final do jogo contra o Santos na última quinta-feira (02), o treinador do Flu comentou sobre a possível contratação do jogador:

– É um jogador muito técnico, corajoso para jogar. Agora, depende das negociações com o Fluminense. Mas é um jogador que eu gosto e todos sabem disso – comentou o treinador.

Nesta sexta-feira (03), Yuri participou normalmente das atividades do Santos, no CT Rei Pelé.

Diniz valoriza “time corajoso” e rebate má fase: “Não vou colocar pressão em cima dos jogadores”

Depois da derrota para o Goiás na estreia, no Maracanã, o Fluminense voltou a perder no Campeonato Brasileiro. Dessa vez, para o Santos, por 2 a 1, na Vila Belmiro. Apesar da queda de rendimento, Fernando Diniz rebateu uma possível má fase nas Laranjeiras e reafirmou a confiança no trabalho.

– Acho que, se o resultado fosse outro, não haveria essa discussão. Não acho que seja um problema de criação. Estamos colocando em campo os melhores jogadores que estão à disposição. Temos todo o cuidado com o Pedro porque está voltando de uma lesão importante.

– Eu não controlo o resultado da partida. Estou fazendo o trabalho com tudo o que eu tenho para oferecer. Não vou colocar pressão em cima dos jogadores. Tenho que deixar os jogadores seguros, porque estamos no caminho certo.

A principal queixa do técnico sobre o jogo desta quinta-feira é quanto às falhas na saída de bola, o que considerou “erros infantis”. Foi assim, inclusive, que o Peixe ampliou o placar, após vacilo de Bruno Silva na entrada da área. Diniz, porém, saiu em defesa do elenco.

– Foi um time corajoso, soube jogar e marcar. Falhamos em erros infantis de passe e sofremos com as transições do Santos, que são fortíssimas. Precisávamos ser um pouco mais agudos para chegar e matar nas chances que a gente teve. De maneira geral, o time se comportou bem.

A pedido do próprio comandante, o Tricolor está de olho na contratação do volante Yuri Lima, de 24 anos e que joga no Santos. Ele, aliás, não figurou a lista de relacionados para a segunda rodada em razão da negociação, que visa ao empréstimo até dezembro.

– É um jogador muito técnico, corajoso para jogar. Agora, depende das negociações com o Fluminense. Mas é um jogador que eu gosto e todos sabem disso.

Na próxima rodada, o Fluminense vai à Arena do Grêmio medir forças com os donos da casa, que devem escalar reservas dado o compromisso pela Libertadores no meio de semana.

– Até mesmo o time reserva não dá para dizer que é reserva. Qualquer time que o Grêmio colocar em campo vai ser um time forte.


LEIA MAIS RESPOSTAS DE FERNANDO DINIZ:

Estilo de jogo: “Isso já rendeu coisas boas para o time e vai render mais para frente. Em outras chances, quando saímos de trás, conseguimos criar as chances de fazer o gol. Acho que traz mais benefício. Hoje, erramos algumas bolas, mas é assim que se aprende”.

Encontro com Jorge Sampaoli à beira do campo: “É uma grande alegria ter um treinador do nível dele no Brasil e jogar contra ele. Estamos lutando por um futebol melhor e bem jogado. O jogo foi bom, com alternativas do início ao final. Para quem veio assistir, foi uma partida agradável”.

Análise do time: “Não achei que o time jogou recuado no primeiro tempo. O time pressionou, e o Santos não saiu construindo praticamente nenhuma vez. As chances do Santos foram em marcação lá na frente e em erros nossos, mas o time saiu para o jogo”.

Cruzeiro como adversário na Copa do Brasil: “Tem um dos maiores orçamentos do Brasil. Talvez o time que tenha mais equilíbrio seja o Cruzeiro. Pegamos um adversário duro, mas achamos que o Fluminense pode passar. Vamos fazer o máximo possível”.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.


Gilberto elogia Santos e destaca duelo entre Diniz e Sampaoli: “É um jogo esperado”

Fernando Diniz e Jorge Sampaoli dividiram palco em palestra na CBF, semana passada, para compartilhar suas características de jogo, bastante semelhantes. Às 19h15 desta quinta-feira, vão se reencontrar no gramado, pela primeira vez, na Vila Belmiro, em jogo válido pela segunda rodada do Brasileirão.

– É um jogo esperado. Todo mundo tem curiosidade de ver como vai ser esse jogo, porque são dois treinadores que jogam com características parecidas, que gostam que os times tenham bastante posse de bola. Vai ser um jogo bom. Temos que estar atentos, mas vamos procurar fazer nosso jogo. Independente do adversário, temos que buscar fazer o que a gente vem trabalhando sempre – destacou Gilberto.

A equipe, que perdeu para o Goiás na estreia, no Maracanã, busca vencer para deixar a zona de rebaixamento. A sequência de jogos nesta semana, porém, se mostra complicada. Há ainda o duelo com o Grêmio, domingo, na Arena. Gilberto explicou a preparação para os compromissos, finalizada nesta quarta-feira, e admitiu a importância de pontuar longe de casa.

– Nossa estreia foi uma derrota tensa. O grupo ficou muito chateado com essa derrota, mas a gente trabalhou muito sério essa semana e vamos focar nesses dois jogos. O Santos tem um time muito bom, um dos melhores no futebol do Brasil. Temos que estar ligados nele para fazer um bom jogo. É uma equipe rápida e temos que ter foco para tentar pontuar lá.

Ainda que não estejam juntos do elenco nessas viagens, os reforços Kelvin e Guilherme, anunciados nos últimos dias, agregarão qualidade e experiência, de acordo com Gilberto. Ambos assinaram empréstimo por um ano e aguardam as publicações de seus contratos no BID para estrear.

– É sempre importante a chegada de novas peças. Guilherme é um jogador experiente. Não tinha trabalhado com ele ainda, mas conheço e é um jogador de qualidade, habilidoso. Kelvin é um jogador rápido. Joguei com ele no Vasco, é meu amigo pessoal. Fico feliz de ele estar aqui com a gente e espero que ele possa dar um salto de qualidade na carreira dele. Desejo boa sorte para todos que chegaram e espero que possam nos ajudar durante o ano.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.


Fernando Diniz testa Pedro entre os titulares, mas deve repetir escalação com três volantes

No último treino em preparação para o jogo contra o Santos, Fernando Diniz testou novamente o centroavante Pedro entre os titulares. Porém, o discurso nas Laranjeiras é de que não se deve acelerar o processo de retorno aos gramados, após oito meses sem jogar por lesão no joelho. Assim, ele deve ser banco nesta quinta-feira, na Vila Belmiro.

– Yony é de maior mobilidade, faz a diagonal e dá opção pelo lado. Pedro é o desafogo. Ele segura a bola para o time vir de trás. Poucos no Brasil conseguem fazer isso. É uma questão de adaptação. Pedro, hoje, precisaria ajudar mais na marcação. Ele não fazia isso tanto no ano passado. Ofensivamente, não tenho o que dizer ele. Nos ajuda muito. Não posso falar se o Pedro será titular. Diniz costuma falar o time no dia do jogo. Ele testou todas as alternativas – despistou o lateral-direito Gilberto.

Contrariando a maioria dos torcedores, Diniz deve repetir a escalação usada nas derrotas para o Santa Cruz, pela Copa do Brasil, e Goiás, pelo Brasileirão. Sem mexer nos três volantes, formação que rendeu elogios do técnico no domingo.


Escalação provável:

Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Airton, Bruno Silva e Allan; Everaldo, Luciano e Yony González.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Santos pode ficar sem Jean Mota contra o Fluminense

Crédito: Ivan Storti/SantosFC

O Tricolor terá uma difícil tarefa contra o Santos, amanhã (02), no Pacaembu em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão. A equipe comandada por Jorge Sampaoli chega embalada após vitória contra o Grêmio fora de casa. Porém, uma baixa pode acontecer no time paulista, Jean Mota, principal jogador santista e artilheiro do time, não sabe se joga.

O jogador sofreu um pisão no jogo em Porto Alegre e não está 100% para a partida. Caso não tenha condições de jogo, Sampaoli poderá escalar Eduardo Sasha em seu lugar. Com isso, a possível escalação do Santos para o jogo é: Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge (Felipe Jonatan); Alison, Diego Pituca e Jean Mota (Eduardo Sasha); Carlos Sánchez, Soteldo e Rodrygo.

Mesmo sem o artilheiro do time, os números estão do lado Santista. Ao longo do ano, a equipe da Vila Belmiro anotou 43 gols, sendo 23 como mandante e só sofreu 4 gols. O aproveitamento em casa é de 86,1%. Já o Fluminense marcou na temporada 40 gols, 20 jogando sem o mando de campo e sofrendo 9 gols. Já o aproveitamento Tricolor é de 55,3% jogando fora de casa e 58,3% no geral.

Isso mostra uma evolução frente ao trabalho desenvolvido no ano passado. Em 2018, o Flu teve cerca de 48% de aproveitamento ao longo da temporada, somando todas as competições. Ao final do torneio, o Grêmio terminou o Brasileirão com 58% de aproveitamento em quarto lugar. O campeão Palmeiras ficou com 70% e o próprio Fluzão, que finalizou sua participação em 12º, apareceu com 40% de aproveitamento no torneio.

Fluminense busca contratação de volante do Santos

Foto: Ivan Storti

O Fluminense busca junto ao Santos a contratação do volante Yuri, de 24 anos.

O jogador já esteve na pauta do Tricolor no início da temporada, porém as negociações não avançaram pois o técnico do Peixe, Jorge Sampaoli pediu a permanência do jogador na equipe paulista.

Contudo, Yuri não conseguiu se firmar na equipe e viu jogadores como Alison e Jean Lucas ganharem mais espaço na equipe.

O jogador que chegou ao Santos após boa passagem pelo Audax-SP, vice campeão paulista em 2016 e, comandado à época por Diniz, não conseguiu repetir o mesmo desempenho no Peixe e já não é descartada uma possível negociação do volante que disputou 11 partidas na atual temporada.

Tendo contrato com o Santos até dezembro de 2020, um possível empréstimo do jogador é visto com bons olhos pela diretoria alvinegra, que busca reduzir a folha salarial do atual elenco.

Coincidentemente, Santos e Fluminense se enfrentam nesta quinta-feira (02) pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro.

Fonte: Gazeta Esportiva

“Camisa 9 no Brasil só tem um, que joga no Fluminense”, opina presidente do Santos

À procura de um centroavante para reforçar o Santos em 2019, o presidente José Carlos Peres disse que o Brasil não vem lançando bons jogadores na posição no cenário nacional. A exceção, para ele, é o jovem Pedro, revelado pelo Fluminense e que despontou no ano passado. Integrou, inclusive, a lista de melhores do Brasileirão.

– Camisa 9 estamos correndo (atrás) desde janeiro, para ser sincero. No Brasil não tem. Só tem um, que joga no Fluminense e é difícil de tirar. Estamos vendo no exterior, temos opções e estamos correndo atrás. É o que falta, falta o 9. Agora estamos solucionando essa questão – declarou.

Apesar dos elogios à cria de Xerém, Peres garantiu que não há negociação em andamento para levá-lo à Vila Belmiro. Porém, confessa que seria um nome interessante para o elenco. Pedro se recupera de lesão sofrida em agosto de 2018 e que o tirou dos amistosos de setembro pela Seleção.

– Não procuramos o Pedro porque respeitamos o outro time. Pedro está lesionado. Não é só o Santos que quer o Pedro.

Mesmo machucado e com previsão para retornar aos gramados apenas em abril, o craque se manteve valorizado no mercado. Chegou a chamar a atenção do Real Madrid, que teria apresentado uma proposta correspondente à pedida do Tricolor. A contusão é que impediu a saída, que volta a ser uma possibilidade nesta temporada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Com mercado na Ásia, Airton analisa possível contrato de produtividade com o Fluminense

Interessado na permanência de Airton, que fica livre neste fim de ano, o Fluminense propôs um contrato de produtividade para a próxima temporada. As condições expostas nas primeiras conversas não agradaram e, no momento, as partes vêm renegociando os termos para selar o acordo.

O desejo em renovar o vínculo foi comunicado aos empresários do jogador ainda em novembro. Porém, as reuniões começaram a acontecer a partir do fim do Campeonato Brasileiro. O volante, que pretende seguir nas Laranjeiras em 2019, dá preferência ao Fluminense. Mas ele tem mercado na Ásia e, inclusive, recebeu sondagens do Al-Ahli e Al-Gharafa, do Catar, além do Al-Wahda, dos Emirados Árabes.

Mesmo com os problemas físicos do jogador, até o Santos o procurou, principalmente, por considerar uma boa oportunidade, visto que sua contratação não envolveria valores, exceto de salários. Airton jogou 18 vezes no ano e não marcou nenhum gol.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: LANCE!

 

Top