fbpx

Entendeu, Vasco? Maracanã deixa de ser campo neutro no Carioca, e Fluminense garante torcida em setor Sul

A reunião que aprovou a fórmula de disputa do Campeonato Carioca de 2020, segunda-feira, na sede da FERJ, decidiu dar fim à condição de campo neutro para o Maracanã. Desse modo, o Fluminense, administrador ao lado do Flamengo, garante, como mandante, o direito de posicionar sua torcida no setor Sul, como já ocorre no Brasileirão.

— A discussão do lado não é uma guerra de prestígio. É uma questão comercial. Não existe hipótese jurídica de um regulamento interferir nisso. Temos uma permissão de uso que foi prorrogada. Não queremos prejudicar ninguém. Mas o Fluminense não tem como abrir mão disso por questões comerciais. Pagamos para jogar ali, custeamos o estádio. Não existe lógica. No dia em que eu jogo uma decisão, eu tenho que me deslocar, fechar minhas lojas, para atender reivindicação baseada em história? O Maracanã mudou desde a reforma. Não há nada pessoal contra o Vasco. Mas a questão é simples. Botafogo e Vasco não fizeram questão de estar lá porque usam seus estádios. Flamengo e Fluminense fizeram acordo e têm obrigações contratuais – disse Mário Bittencourt.

— É evidente que a torcida do Fluminense, no Maracanã, sempre ficará do lado direito. Foi como exposto pelo presidente do Fluminense. Eu penso que a lógica está situada no fato de que hoje o Fluminense está dentro do estádio dele — completou Rubens Lopes, presidente da federação.

A polêmica acerca do lado Sul do estádio marcou a final da Taça Guanabara deste ano, em fevereiro. Após batalha judicial entre os clubes, foram geradas liminares pelo fechamento dos portões e, depois, pela liberação da entrada de torcedores, com a bola rolando.

— Nossa preocupação é que houvesse um embate como o que nos levou a cenas horríveis como as que aconteceram no clássico. Aquilo foi uma das piores coisas que aconteceram, por uma divergência boba. Ao menos, eles deram a entender que chegaram a um atendimento — declarou Lopes.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Pra cima Fluzão – A decisão que antes do jogo já tem um derrotado

Caros tricolores, restando poucas horas para o início do jogo que apontará o campeão da Taça Guanabara, o torcedor não sabe de qual lado do estádio irá comemorar o título.

Pois pra mim, essa decisão já tem um derrotado, e é o Fluminense. Explico: se o Tricolor tem contrato assinado dando-lhe o direito de ter o torcedor do lado direito, a questão não deveria nem ser levantada. Se o Vasco, como mandante quer jogar no Maracanã, que jogue de acordo com o que diz o contrato, se não está satisfeito, leva o jogo para outro estádio, simples. Mas a Ferj demonstrou que não tem o menor interesse em dialogar com o Tricolor.

Esse episódio deixou claro que o Fluminense está totalmente largado às traças. Imagine você pagando um seguro para seu carro e, quando bate, a seguradora simplesmente lhe dá uma bicicleta com a justificativa de que é uma tradição antiga da empresa ? Surreal.

Outra questão é a segurança do torcedor, deixada de lado pelo Vasco e Ferj, ao iniciarem as vendas com o Fluminense sendo amparado por além do contrato, uma ordem judicial. Mas num país onde o resultado de campo é o mais importante, mesmo que para conquista-lo tenha burlado a regra, não me espante de grande parte da nossa mídia colocar o Fluminense como vilão.

Como vocês acham que o torcedor, se é que vai ter, chegará ao jogo ? Em uma final que já está marcada pela briga sem sentido nos bastidores, pode ter uma marca ainda mais triste: uma confusão entre as duas torcidas. E se caso isso venha acontecer, que seja cobrado do maior responsável, a Ferj.

E pra encerrar, deixo uma pergunta no ar: Se a Ferj, não cumpre o que está escrito, como a mesma pode cobrar qualquer clube que cumpra com o regulamento do campeonato ?

O será que é aquela história: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço ?

Justiça vai em favor do Flu por torcida no setor Sul

Foto: Renan Rodrigues/UOL

Ainda existe um risco de multa de R$ 50 mil por hora de ingresso vendido sem cumprir a ordem.

A briga entre Fluminense e Vasco pela disputa do lado Sul do Maracanã ganhou mais um capítulo. Como prometido, o Tricolor recorreu a Justiça para se fazer cumprir seu contrato com o Consórcio Maracanã.

E ainda na tarde desta sexta-feira (15), a deferiu em favor do Flu, ordenando que o contrato entre Fluminense e Maracanã fosse cumprido e, o setor Sul seja utilizado pelos tricole na final.

A ordem judicial ainda estipulou um risco de multa de R$ 50 mil por hora de ingresso vendido sem cumprir a ordem.

Vale destacar que o Vasco já abriu as vendas em seu site com os ingressos destinados ao setor Sul. E, embora já estivesse disponível, a equipe do Canal Flunews tentou acessar o site, mas a página não carregava.

Ferj define Vasco como mandante e, clube poderá escolher o setor que irá abrigar seu torcedor

De acordo com a federação, sorteio definiu o mando ao Cruz maltino.

O clássico entre Fluminense e Vasco, que irá decidir o título da Taça Guanabara, já começou nos bastidores e, com vitória vascaína. Isso porque, por determinação da Ferj, o clube da cruz de malta poderá escolher o lado em que ficará sua torcida, devendo desta forma optar pelo setor Sul, onde é frequentado costumeiramente pelos tricolores.

De acordo com  Ferj, em sorteio realizado pela própria confederação na última segunda-feira (11), apontou o cruz maltino como mandante da decisão. Podendo desta forma optar em qual setor abrigará sua torcida.

A definição saiu na manhã desta sexta-feira (15) em reunião na sede da própria federação que, além dos presidentes dos clube, também estiveram presentes representantes da polícia e do consórcio Maracanã.

Resta um: setor Sul é o único local com ingressos disponíveis para o Fla-Flu

Foto: Lucas Merçon/FFC

Mais de 40 mil bilhetes já foram comercializados.

O Fla-Flu desta quinta-feira (14) está com promessa de “casa cheia”. Com mais de 40 mil ingressos já vendidos, o clássico têm a expectativa de alcançar o maior número de públicos desse estadual.

Contudo, a maior parte do público deve ser de torcedores flamenguistas, que já esgotaram todos os setores destinados a sua torcida, restando apenas a comercialização dos ingressos no setor Sul, local destinado aos tricolores.

Procurado pela nossa reportagem, o Fluminense não se pronunciou para informar quantos ingressos já haviam sido vendidos e quanta consequentemente ainda haviam por vender. No entanto, as vendas seguem durante toda essa quarta-feira (13) e quinta-feira (14) até às 17hrs nas Laranjeiras e, no Maracanã, depois das 17hrs de quinta-feira (14).

Em acordo com o Flamengo, mandante da partida, o Fluzão conseguiu também a liberação para compras on lines por parte de sei torcedor.

Vale destacar que a torcida tricolor tem o hábito corriqueiro de chegar em maior número momentos antes das partidas.

Top