fbpx

Fluminense retoma interesse e duela com o Fortaleza por contratação de goleiro do Operário-PR

Sondado pelo Fluminense em dezembro, o goleiro Simão deixou o radar das Laranjeiras após renovar contrato com o Operário-PR e permanecer para o Campeonato Paranaense. Todavia, o Tricolor retomou o interesse na contratação e, agora, duela com o Fortaleza, segundo informou o Globoesporte.com. Ano passado, o “rival” era o Avaí. À época, a pedida do Operário era por, ao menos, R$ 1 milhão, além da garantia de 35% do passe para lucro em caso de futura venda.

Os rumores da provável saída do jogador de 25 anos ganharam força, principalmente, com a ida do arqueiro André Luiz, ex-Toledo, para o clube de Ponta Grossa, que jogará a Série B em 2019. Por sua vez, o Fluminense, em nota divulgada há dez dias, negou a pretensão de reforçar o elenco com um goleiro, alegando confiar nos atletas da posição – Rodolfo, Agenor e Marcos Felipe. O pronunciamento ocorreu em resposta à especulação de negociação com Walter, do Corinthians.

Destaque na conquista da última edição da Série C, Simão soma 12 jogos nesta temporada. Formado na base do Criciúma, ele se tornou profissional no Novo Hamburgo. Chegou ao Operário em 2017.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense desiste do goleiro Simão: “Deve ir para o Avaí”

Júlio César e Rodolfo ainda conversam sobre a renovação com o Fluminense. A indefinição levou o clube a acionar o scout para buscar opções para a posição. Foi assim que Simão, que pertence ao Operário-PR, campeão da Série C, teve seu nome especulado nas Laranjeiras.

Após o fim da temporada, a diretoria sondou o jogador, mas não chegou a oficializar proposta. Por sua vez, o Avaí, recém-promovido à primeira divisão, o fez. Inclusive, é para lá que o goleiro de 25 anos deve ir em 2019. Porque, segundo Angioni, sua contratação pelo Fluminense está descartada. 

– Ele quer ser titular agora e nosso foco era algo mais para frente – resumiu.

Simão encerra seu vínculo com o Operário em outubro de 2019 e tem multa de R$ 2,5 milhões, valor que poderia ser negociado e reduzido a R$ 1 milhão. A ideia do Tricolor, inicialmente, era firmar um acordo de dois anos e fixar um percentual do passe para lucro do time de Ponta Grossa em uma futura venda. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Fluminense concorre com o Avaí por Simão, goleiro do Operário-PR

Com três goleiros em fim de contrato, o Fluminense mapeia o mercado em busca de, por ora, um reforço para o setor. O nome do momento é Simão, de 25 anos, que pertence ao Operário-PR. Campeão da Série C, ele se destacou ao longo do ano e chamou a atenção na final contra o Cuiabá, quando operou cinco defesas em sequência. Levou 25 gols em 32 jogos na temporada.

Simão encerra seu vínculo com o Operário em outubro de 2019. Assim, poderá, a partir de maio, firmar um pré-contrato. Nas Laranjeiras, a ideia é propor um acordo de dois anos sem custos e, em contrapartida, fixar uma parcela do passe para lucro do clube de Ponta Grossa em uma futura venda. Em outras palavras, o Fluminense serviria de vitrine para o goleiro. Mas apenas isso não agrada.

– Simão é um excelente goleiro e não vejo problemas em liberá-lo para a Série A, caso seja dentro das condições do Operário-PR. Queremos ficar com 35% dos direitos econômicos. A multa dele é de R$ 2,5 milhões e podemos abrir mão de parte do valor. Mas queremos, pelo menos, R$ 1 milhão – esclareceu o presidente, José Álvaro Góes.

Focado em encorpar o elenco que jogará a primeira divisão no ano que vem, o Avaí também demonstrou interesse no jogador e, segundo Álvaro Góes, até oficializou uma oferta, enquanto o Fluminense ainda só analisa a contratação. Houve uma contraproposta pelo Operário, que, agora, espera uma resposta do time catarinense.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top