fbpx

Fluminense desiste do goleiro Simão: “Deve ir para o Avaí”

Júlio César e Rodolfo ainda conversam sobre a renovação com o Fluminense. A indefinição levou o clube a acionar o scout para buscar opções para a posição. Foi assim que Simão, que pertence ao Operário-PR, campeão da Série C, teve seu nome especulado nas Laranjeiras.

Após o fim da temporada, a diretoria sondou o jogador, mas não chegou a oficializar proposta. Por sua vez, o Avaí, recém-promovido à primeira divisão, o fez. Inclusive, é para lá que o goleiro de 25 anos deve ir em 2019. Porque, segundo Angioni, sua contratação pelo Fluminense está descartada. 

– Ele quer ser titular agora e nosso foco era algo mais para frente – resumiu.

Simão encerra seu vínculo com o Operário em outubro de 2019 e tem multa de R$ 2,5 milhões, valor que poderia ser negociado e reduzido a R$ 1 milhão. A ideia do Tricolor, inicialmente, era firmar um acordo de dois anos e fixar um percentual do passe para lucro do time de Ponta Grossa em uma futura venda. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Fluminense concorre com o Avaí por Simão, goleiro do Operário-PR

Com três goleiros em fim de contrato, o Fluminense mapeia o mercado em busca de, por ora, um reforço para o setor. O nome do momento é Simão, de 25 anos, que pertence ao Operário-PR. Campeão da Série C, ele se destacou ao longo do ano e chamou a atenção na final contra o Cuiabá, quando operou cinco defesas em sequência. Levou 25 gols em 32 jogos na temporada.

Simão encerra seu vínculo com o Operário em outubro de 2019. Assim, poderá, a partir de maio, firmar um pré-contrato. Nas Laranjeiras, a ideia é propor um acordo de dois anos sem custos e, em contrapartida, fixar uma parcela do passe para lucro do clube de Ponta Grossa em uma futura venda. Em outras palavras, o Fluminense serviria de vitrine para o goleiro. Mas apenas isso não agrada.

– Simão é um excelente goleiro e não vejo problemas em liberá-lo para a Série A, caso seja dentro das condições do Operário-PR. Queremos ficar com 35% dos direitos econômicos. A multa dele é de R$ 2,5 milhões e podemos abrir mão de parte do valor. Mas queremos, pelo menos, R$ 1 milhão – esclareceu o presidente, José Álvaro Góes.

Focado em encorpar o elenco que jogará a primeira divisão no ano que vem, o Avaí também demonstrou interesse no jogador e, segundo Álvaro Góes, até oficializou uma oferta, enquanto o Fluminense ainda só analisa a contratação. Houve uma contraproposta pelo Operário, que, agora, espera uma resposta do time catarinense.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top