Sistema defensivo volta a funcionar e Fluminense deixa o campo pela segunda vez sem ser vazado

Um dos jogadores mais criticados pela torcida do Fluminense após a perda do Campeonato Estadual, o goleiro Marcos Felipe seguiu no time titular e vêm dando a volta por cima. Não só o arqueiro como todo sistema defensivo tem feito partidas mais seguras e, nesta última quarta-feira (02), contra o RB Bragantino, deixou o campo pela segunda partida seguida sem ser vazado.

Após estrear no Brasileirão no último sábado (29) contra o o São Paulo com um 0 a 0, a equipe Tricolor bateu o RBB por 2 a 0 nesta quarta-feira (02). Somando as duas partidas, o time de Roger Machado sofreu dez finalizações, sendo quatro no alvo.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Diniz elogia comportamento do time e destaca setor defensivo

Foto: Lucas Merçon/FFC

Treinador ainda explicou a escolha por Frazan na zaga.

Após a vitória de 2 a 1 sobre o Antofagasta, do Chile, no Chile, o técnico Fernando Diniz destacou o comportamento do time e elogiou principalmente o sistema defensivo, que na opinião do treinador não teve grandes problemas durante a partida:

– Acho que controlamos bem o jogo na maior parte do tempo. Se for ver bem, o Rodolfo não fez uma grande defesa durante toda a partida – comentou o treinador.

Diniz ainda explicou a data acolha de Frazan na zaga, substituto de Digão, contundido:

– Escolhi o Frazan não só por ele ser zagueiro, mas também por estar crescendo nos treinos. Ele vinha bem no jogo, mas sentiu o púbis. Se comportou muito bem – concluiu o comandante.

Com a classificação, o Tricolor espera a definição do restante da equipe que sairá da Libertadores para conhecer seu próximo adversário através de sorteio.