fbpx

Fluminense volta a descumprir acordo em segue devendo valor milionário pela contratação de Fernando Pacheco

Fora de combate após contrair o novo Coronavírus (Covid-19), o atacante Fernando Pacheco pode gerar um grande problema ao Fluminense. Isso porque o clube deixou de cumprir um novo acordo pelo pagamento na transferência do jogador, que deixou o Sporting Cristal, do Peru, no início de 2020.

A transação que foi fechada por 700 mil dólares (cerca de R$ 2,8 milhões no câmbio da época) já teve um acordo não cumprido por parte do Fluminense, que voltou a atrasar o repasse ao clube peruano, ligando o alerta dos diretores do Sporting Cristal (PER),

A informação foi divulgada pelo site NetFlu, que ainda entrou em contato com o dirigente do clube peruano, Guilherme Montoro, e descobriu que apenas metade dos valores foram pagos até agora.

O acordo entre Fluminense e Sporting Cristal, seria no formato de sete parcelas de 100 mil dólares, valor que o o Flu não conseguiu honrar. Em seguida, já no mês de abril, fez uma nova negociação, em 10 parcelas de 70 mil dólares. Novamente, a cúpula verde, branca e grená segue não pagando em dia.

Ao todo, 350 mil dólares foram quitados, restando a mesma quantia diluída em parcelas, além dos juros previstos em contrato sigiloso.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Top