fbpx

Eliminação que custa caro, muito caro

O Fluminense entrou em campo na noite desta terça-feira (18) para enfrentar o Unión La Calera pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Com uma partida totalmente apática, o Tricolor não foi capaz de furar o bloqueio chileno e acabou sendo eliminado após empatar em 0 a 0.

Com a eliminação, a equipe das Laranjeiras perdeu a chance de seguir na competição mais desejada pela torcida e ainda deixou de arredar cerca de R$ 1,2 mil com a classificação.

O Flu retorna ao Rio de Janeiro já nesta quarta-feira (19) e já dá início para o jogo contra o Motoclube-MA pela primeira fase da Copa do Brasil, o de o Tricolor tem a vantagem do empate.

Foto em destaque: Divulgação/CONMEBOL

Contra sul-americanos, Flu tem retrospecto favorável, após empatar primeiro jogo em casa, confira

Essa será a quinta vez que o tricolor terá de buscar a vaga no campo do adversário, depois de empatar em casa no jogo de ida.
Em partidas válidas pela Copa sul-americana e contra equipes de fora do país, o Fluminense tem retrospecto favorável. Das quatro vezes em que se encontrou nesta situação, levou a melhor em três, sendo todas com vitórias. Confira.

2019 – Primeira fase – CLASSIFICADO
Fluminense 0 x 0 Antofagasta-CHI (1° jogo)
Antofagasta-CHI 1 x 2 Fluminense (2° jogo)

2018 – Quartas de final – CLASSIFICADO
Fluminense 1 x 1 Nacional-URU (1° jogo)
Nacional-URU 0 x 1 Fluminense (2° jogo)

2009 – Quartas de final – CLASSIFICADO
Fluminense 2 x 2 Universidade de Chile (1° jogo)
Universidade de Chile 0 x 1 Fluminense (2° Jogo)

2006 – Segunda fase – ELIMINADO
Fluminense 1 x 1 Gimnasia y Esgrima-ARG (1° jogo)
Gimnasia y Esgrima-ARG 2 x 0 Fluminense (2° jogo)

Nesta terça-feira (18) o tricolor encara o Unión La Calera, do Chile, às 19h15, pela partida de volta da primeira fase da Sul-americana. No Maracanã as equipes empataram em 1 a 1. Basta uma vitórias simples, ou empate com gols (2 a 2 em diante), para o Flu se garantir na próxima fase da competição.

Foto: Divulgação

Unión La Calera volta a provocar o Fluminense

A equipe do Unión La Calera usou seu perfil oficial do clube para provocar o Fluminense pelas redes sociais. A equipe chilena que já havia usado o mesmo artifício no jogo de ida, quando publicou: “Vamos fazer história”. Se referindo a realizar um grande resultado no Maracanã, usou agora um tom mais cometido.

Com uma foto de Nenê no estilo preocupado, com a frase: Quando Sabe que amanhã é terça, e ainda adicionou a seguinte legenda: “Amanhã vamos com tudo”.

Vale lembrar que o Fluminense se classifica ganhando a partida ou empatado com dois ou mais gols. 0 a 0 passa o time chileno. Um novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Já em solo chileno, Fluminense realiza último treino antes de enfrentar o La Calera

A delegação com os jogadores do Fluminense desembarcou na noite do último domingo (16) no Chile, onde nesta terça-feira (18) enfrenta o Unión La Calera pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Recepcionado por alguns torcedores no Chile, a delegação Tricolor seguiu para um hotel e ainda realiza um treinamento nesta segunda-feira (17) às 17hrs (horário local) o último treinamento antes de enfrentar o La Calera.

Para o treinamento, único em solo chileno, o Fluzão usará as dependências do Universidad de Chile.

Unión La Calera x Fluminense acontece nesta terça-feira (18) e o Flu tem que vencer ou empatar marcando mais de dois gols para avançar a próxima fase. Empate em 0 a 0 passa o time chileno. Um novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fluminense encerra preparação no Rio e embarca ainda neste domingo para o Chile

O Fluminense realizou na manhã deste domingo (16) o último treino da equipe em solo carioca antes do embarque ao Chile, que acontece ainda na tarde deste domingo.

O clube das Laranjeiras enfrenta o Unión La Calera na próxima terça-feira às 19h e 15, na partida que vai decidir uma vaga na próxima fase da Copa Sul-Americana.

Para a viagem, o técnico Odair Hellmann listou um total de 23 jogadores, dentre eles, Michel Araújo, que havia ficado de fora da relação no último jogo, quando o Fluminense perdeu para o Flamengo por 3 a 2. Em contra partida o treinador não poderá contar com Wellington Silva e Fernando Pacheco, que não foram inscritos a tempo nesta primeira fase.

Veja a lista completa dos relacionados:

GOLEIROSMarcos Felipe e Muriel

LATERAISEgídio, Gilberto, Igor Julião e Orinho

ZAGUEIROSDigão, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Nino

MEIASDodi, Ganso, Henrique, Hudson, Michel Araújo, Miguel, Nenê, Yago Felipe e Yuri

ATACANTESCaio Paulista, Evanílson, Marcos Paulo e Matheus Alessandro.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Adversário do Flu na Sula, Unión La Calera vence pelo Campeonato Chileno

O Unión La Calera, próximo adversário do Fluminense pela Copa Sul-Americana, entrou em campo nesta sexta-feira (14) pelo Campeonato Chileno e venceu o Sports La Serena por 2 a 1.

A partida ocorreu no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, casa do La Calera, mesmo local que irá receber a partida da próxima terça-feira (18).

Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar é a casa do Unión La Calera.

No estilo caldeirão, o estádio tem capacidade para pouco mais de nove mil pessoas e conta ainda com gramado sintético.

Com a vitória o La Calera chegou ao segundo lugar, empatado em pontos com o Universidad Católica, porém, o Católica ainda entra em campo por essa rodada.

Seu adversário de hoje, o La Serena é o lanterninha da competição e fez com o gol de hoje, o segundo no Campeonato. Vargas e Leiva marcaram os gols do La Calera.

Foto em destaque: Divulgação

Experientes, Nenê e Henrique livram Miguel de culpa por gol perdido: “Só erra quem está ali”

Nenê e Miguel protagonizaram um dos principais lances do empate em 1 a 1 entre Fluminense e Unión La Calera, terça-feira, pelo jogo de ida da primeira rodada da Sul-Americana. Servido com lindo passe do veterano, o jovem de 16 anos ficou frente a frente com o goleiro da equipe chilena, mas acabou perdendo o gol.

Na zona mista do Maracanã, Nenê revelou ter conversado com Miguel sobre o erro na conclusão da jogada e o eximiu da culpa.

— Falei para ele que é uma coisa normal. Faz parte. Só erra quem está ali. O goleiro deles foi bem. Falei para ter tranquilidade porque é uma coisa normal – disse.

Também experiente, o volante Henrique elogiou a cria de Xerém e disse que o episódio servirá para a evolução do jogador.

— Lógico que os jogadores que têm essa oportunidade dentro de campo, querem fazer o gol. Mas isso é tranquilo. São escolhas que tomamos no momento. É um menino jovem, que tem muito a aprender, tem qualidade para isso. Faz parte do jogo. Isso não interfere na sua qualidade, no seu desempenho. Ele vai continuar e, na próxima oportunidade, vai estar preparado, porque essas lições dão mais confiança.

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Nenê reconhece má atuação no 1º tempo contra Unión La Calera: “Fomos impacientes”

Em papo com a imprensa na saída do Maracanã, depois do 1 a 1 com o Unión La Calera, Nenê explicou a má atuação do Fluminense no primeiro tempo de terça-feira e lamentou as chances perdidas.

— No primeiro tempo, fomos muito impacientes, tentando finalizar rápido, fazer rápido as jogadas. Isso acabou atrapalhando um pouco. No segundo tempo, ficamos mais com a bola e tivemos mais controle. Tivemos várias chances de gol, podíamos ter matado o jogo. Futebol tem disso, né? Não fizemos mais gols e, num chute que eles deram, num bate-e-rebate duas vezes da bola… Infelizmente, acontece. Temos que manter a cabeça no lugar e ir em busca do resultado no segundo jogo.

Questionado sobre se a ausência de um centroavante em parte do jogo influenciou no desempenho do Tricolor, Nenê voltou a associar o baixo rendimento à impaciência. Entretanto, reconheceu a necessidade de saber jogar com um homem de referência na área.

— Não é nem em relação à posição. É que a gente estava querendo definir muito rápido as jogadas. Isso acabou atrapalhando um pouco. No segundo tempo, ficamos mais com a bola e vimos que dá certo (sem centroavante). O bom é ter essa variação. Na hora em que não der certo, dependendo do sistema do adversário, podemos usar o centroavante. É importante Evanilson e Marcos Paulo voltarem com confiança porque vão nos ajudar bastante.

Mesmo preocupado com a Sula, o Time de Guerreiros vira a chave para a Taça Guanabara. Tem pela frente o Botafogo, domingo, para confirmar a ida à semifinal do turno do Campeonato Carioca.

— Clássico é clássico. Temos que ir em busca da vitória para conseguir a classificação. Se já estivermos classificados, melhor ainda. Mas, de qualquer maneira, vamos entrar para ganhar o jogo. A gente sabe das dificuldades, mas precisamos da vitória para ir com moral em busca da classificação na Sul-Americana — destacou Nenê.

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Luccas Claro lamenta gol sofrido no Maracanã e projeta jogo no Chile: “Temos time para chegar lá e conseguir a vitória”

Após decepcionar no primeiro tempo, o Fluminense melhorou e abriu o placar na etapa final do jogo de ida diante do Unión La Calera, terça-feira, no Maracanã, pela primeira fase da Sul-Americana. Mas a alegria acabou minutos depois com o empate dos chilenos.

— Não é o resultado que esperávamos, mas o time cresceu muito no segundo tempo. Tomamos um gol bobo, mas é futebol. Eles quase não tiveram oportunidade. Chegaram uma vez, fizeram o gol. Bom que, na Sul-Americana, tem mais um jogo. Não tem nada terminado. Temos que jogar mais. Vamos evoluir. Mas, agora, nós temos que virar a chave e pensar primeiro no Carioca para depois voltar a pensar na Sul-Americana – declarou Luccas Claro.

Apesar de não levar vantagem alguma para o duelo da volta, dia 18, no Chile, o zagueiro demonstrou confiança na equipe para buscar a classificação.

— (O resultado) É ruim, não é o que queríamos. Mas temos time para chegar lá e conseguir a vitória. É o que vamos buscar. Até mesmo se tivéssemos ganhado de 1 a 0, não poderíamos ir lá só para nos defender. Teríamos que sair para o jogo. Vamos manter nossa postura, nosso estilo de jogo. Temos totais condições de chegar lá, vencer e sair com a classificação.


CONFIRA MAIS TRECHOS DA ENTREVISTA COM LUCCAS CLARO

Revezamento na zaga: “O que ele (Odair Hellmann) sempre fala é que vai precisar de todo mundo. É uma quantidade muito grande de jogos. Nós vamos entrar fortes em todas as competições, tentar ir bem em todas. Todos vão ser muito importantes durante o ano”.

Avaliação pessoal: “Estou feliz com as minhas atuações. Venho ganhando confiança a cada partida, com um melhor ritmo. Espero continuar ajudando o Fluminense”.


Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Marcos Paulo considera “frustrante” empate com La Calera, mas comemora estreia em 2020: “Era meu sonho voltar a jogar”

A primeira vez de Marcos Paulo em campo pelo Fluminense em 2020 ocorreu apenas nessa terça-feira, no empate em 1 a 1 com o Unión La Calera, no Maracanã, pela Sul-Americana. O atacante, vítima de lesão muscular, assim como Evanilson, revelou a sensação de retornar aos gramados.

— Me senti tranquilo. Me senti bem, mais leve, feliz… Porque era meu sonho voltar a jogar. Estava machucado. Tive uma sequência boa ano passado. Quando começou o ano, sofri a lesão e fiquei um pouco chateado. Mas voltei trabalhando forte. O professor me deu uma oportunidade hoje e, graças a Deus, consegui corresponder.

Foi do camisa 11 a assistência para o gol de Evanilson, que sofreu a mesma contusão que o companheiro e só agora pôde ficar à disposição de Odair Hellmann. O treinador, porém, optou por acionar as crias de Xerém após o intervalo.

— Ele (Odair) conversou com a gente porque era o nosso primeiro jogo no ano. Jogo muito pegado. Ele conversou para entrarmos no segundo tempo porque poderíamos sentir alguma coisa. E era um jogo em que ele precisava de todo mundo bem. Graças a Deus, ninguém sentiu nada e entramos bem no segundo tempo. Pude dar assistência, ele (Evanilson) fazer o gol. Ficamos felizes por isso – disse.

Embora descontente com o resultado, Marcos Paulo não jogou a toalha pela vaga na segunda fase da competição. O classificado será conhecido no dia 18, no Chile.

— A gente queria ganhar, todo mundo quer ganhar. A gente trabalha para isso. É muito importante para a gente. Todo mundo sabia que seria um jogo difícil. O empate é frustrante, mas é normal. Empatamos, mas tem outro jogo. A gente vai buscar lá com força total – garantiu.


VEJA OUTRAS RESPOSTAS DE MARCOS PAULO

Estreia em 2020: “Feliz por voltar. Infelizmente, não foi como a gente queria. Queríamos a vitória, com certeza. Mas foi muito bom estar em campo de novo com meus companheiros. Fui feliz na assistência. Temos que pensar no próximo jogo, com a cabeça tranquila. Tem jogo domingo e a gente precisa ganhar para se classificar”.

Falta de ritmo: “Treino é treino, jogo é jogo. O ritmo é diferente. Mas isso aí a gente vai pegando pouco a pouco. Hoje já peguei um pouco de ritmo. Domingo tem mais um jogo. Se Deus quiser, eu vou entrar em campo. Adquirir ritmo é questão de tempo”.

Jogará 90 minutos contra o Botafogo?: “Ah, não sei. Vamos trabalhar. Acho que sim, acho que estou bem. Vai do treinador. O professor sabe quem vai utilizar. Quem for jogar, vai cumprir bem”.


Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Top