Além de Cano, Vasco deve ter mais um retorno importante contra o Flu

O Fluminense visita o Vasco da Gama no próximo domingo (13), em jogo valido pela 25° radada do Brasileirão, em São Januário, às 20h30.

Para o confronto, o técnico Dá Pinto terá o retorno de German Cano, artilheiro da equipe na temporada, com 20 gols. Contudo, além de Cano, o Vasco ainda terá o importante retorno do volante Andrey.

Sá Pinto ainda não definiu a equipe que enfrenta o Flu, mas a probabilidade de Cano e Andrey estarem em campo é muito grande.

Foto em destaque: Divulgação

Próximo adversário do Fluminense, Vasco vive clima tenso com invasão de torcida no CT

Próximo adversário do Fluminense no Brasileirão, o Vasco que atualmente se encontra na zona de rebaixamento da competição, vive um clima tenso às vésperas do clássico, que acontece neste domingo (13), às 20h e 30, em São Januário.

Descontentes com a atuação situação do time, que está há seis jogos sem vencer, a torcida vascaína invadiu o CT do clube nesta quinta-feira (10), para cobrar dos jogadores e comissão técnica.

Em imagens que circulam pelas redes sociais, o técnico da equipe, o português Ricardo Sá Pinto, tomou a frente e conversou com os torcedores, que tinham como principais além do treinador, Talles Magno e Leandro Castan.

Em meio as cobranças no entanto, foi possível observar o treinador garantindo aos torcedores que tem um “grupo fantástico”

– Pela minha felicidade e digo de coração: não vejo essa gente a facilitar em nada. Durante a semana no trabalho, na alimentação, no descanso e na vida privada. Tenho um grupo fantástico. Eu sou o máximo responsável. Quando eu não tiver condições, sou o primeiro a ir embora. A gente tem condições. Calma, calma, calma. Há um conjunto de fatores que não tem sido favorável a nós. Muitos jogos que a gente não tem ganho demos muito azar, foram em detalhes. Tem a ver com coisas do jogo – afirmou o português.

Os torcedores chegaram a questionar ainda o atual momento político do clube, e pelas redes sociais, membros da diretoria da torcida organizada Ira Jovem trataram a entrada no CT do Vasco como uma “visita surpresa”.

Foto em destaque: Reprodução

Presidentes de Flamengo e Vasco se encontram com presidente e tentam acelerar a volta do futebol

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim e do Vasco, Alexandre Campelo, se reuniram na tarde desta terça-feira (19) com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, para tratarem sobre a volta do futebol no país.

Dentre os assuntos, os dirigentes levantaram a possibilidade de levar os treinos para Brasília durante a pandemia, onde os clubes poderiam usar as instalações do estádio Mané Garrincha, que conta com o respaldo do governador do estado, Ibaneis Rocha, que é flamenguista fervoroso, mas tem boa relação com ambas as diretorias.

Durante o encontro, Bolsonaro recebeu de presente a camisa branca da nova coleção de uniformes do Flamengo, enquanto seu filho, Flávio Bolsonaro, que também participou do encontro, recebeu a do Vasco, quando ambos posaram para fotos com os “presentes”.

Vale destacar que o Fluminense vem se colocando contra a volta do futebol sem antes receber todas as certificações de segurança por algum órgão de saúde.

Foto em destaque: Reprodução

Fonte: Globoesporte.com

Flu é o único dos quatro grandes do Rio a não demitir funcionários

Mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelo clube neste período de pandemia de coronavírus, a diretoria do Flu vem trabalhando para manter o salário, e consequentemente o emprego de todos seus colaboradores.

Enquanto, Vasco, Flamengo e Botafogo juntos já anunciaram o desligamento de 152 profissionais, sendo 50 pelo Cruzmaltino, 40 pelo Alvinegro e 62 pelo Rubro-Negro, o Tricolor, até aqui, é único dos quatro grandes que não anunciou a demissão de funcionários.

Foto: divulgação Cidade de Niterói

Confira os bastidores da vitória do Tricolor no clássico contra o Vasco

O Fluminense venceu o rival por 2 a 0 no último domingo (15), no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio. Além de retomar a liderança geral do Campeonato Carioca, o Tricolor encerrou um jejum que já durava três 3 anos.

Confira os bastidores

Odair faz análise da equipe após vitória no clássico

Após a vitória sobre o Vasco, por 2 a 0, no último domingo, no Maracanã, o
técnico Tricolor destacou a importância da vitória num clássico e o comportamento, não apenas tático e técnico, mas psicológico dos jogadores na partida, que não teve a presença da torcida.

– Clássico é um jogo diferente. Nós não estamos acostumados a jogar sem torcida e você tem que ter muito mais concentração, a parte muito mais mental e psicológica, porque você não tem influência externa nenhuma. Nem pro bem e nem pro mal, no caso de pressão, de vaia ou de qualquer coisa nesse sentido, nenhum incentivo naquele momento em que os times fazem valer isso dentro do campo de jogo.
Nós tivemos maturidade nesse sentido, em todos os outros aspectos e merecemos a vitória. Buscando ela do início ao fim. Teve momentos iguais na partida, mas nós, no final, concluímos as oportunidades que nós criamos. Efetividade, construção, a gente mereceu a vitória e a gente fica feliz com o resultado esportivo.
– Declarou Odair Helmann na coletiva após a partida.

Foto: Reprodução FluTV

Em sua rede social, Pacheco comemora primeiro gol com a camisa Tricolor e faz um pedido as pessoas

Atacante marcou o segundo gol do Fluminense na vitória por 2 a 0 sobre o Vasco no último domingo, no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio.
Logo após o jogo, o peruano em seu Instagram fez um post celebrando o gol marcado e a vitória no clássico. Pacheco aproveitou também para conscientizar as pessoas diante da pandemia do coronavírus.

– Empolgado para marcar meu primeiro gol com esta camisa e contra um grande rival. Graças a Deus por me permitir capturar o esforço e o trabalho diário no campo. Parabéns aos meus colegas que deixaram tudo em campo para alcançar esta importante vitória.
E como sempre, obrigado também a todos os torcida por apoiarem o time.Quero aproveitar este momento agradável para recomendar que você fique em casa e observe todas as recomendações para evitar mais propagação do Covid-19. Vamos ser socialmente responsáveis
– escreveu o jogador

confira o post

Foto: Divulgação

Jogadores planejam protesto durante jogos da rodada

Cumprindo recomendação do governo para evitar concentração de pessoas em locais que pudesse ter uma grande aglomeração, como nos estádios de futebol, a Ferj determinou que os jogos dessa terceira rodada da Taça Rio acontecesse de portões fechados.

Contudo, os jogadores se mostraram contrariados pois achavam por bem a paralisação total do Campeonato, a fim de evitar qualquer tipo de contágio entre os atletas.

Como não houve a paralisação do tornei, jogadores de Fluminense, Botafogo e Vasco decidiram protestar durante os jogos da rodada.

Em acordo com o Sindicado de Atletas de Futebol do Rio de Janeiro (Saferj) os atletas taparão a boca com uma das mãos antes, durante os jogos e até em eventuais comemoração de gols. O gesto também será repetido na entrada em campo durante a saída dos vestiários e até mesmo no cara ou coroa.

O gesto será parecido ao já realizado por Fluminense e Flamengo em 2015, quando na época os jogadores protestaram por conta de uma suspensão imposta a Vanderlei Luxemburgo pelo treinador ter criticado a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, a Ferj.

De acordo com o Saferj, os jogadores do Flamengo não participaram da ação porque a ideia surgiu após a partida entre Flamengo e Portuguesa-RJ, que aconteceu no último sábado (14) no Maracanã.

Após o jogo no entanto, o capitão rubro-negro, Diego, e até mesmo o técnico Jorge Jesus se manifestaram também em favor da paralisação do Campeonato, principalmente no caso rubro-negro que houve contato dos jogadores com o vice-presidente de consulados e embaixadas rubro-negro, Maurício Gomes de Mattos testar positivo para o vírus.

Uma vitória neste domingo quebrará um jejum que já dura quase três anos

Fluminense e Vasco se enfrentam às 18h, no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio. E uma vitória no clássico, além de devolver ao Tricolor a primeira colocação geral do Carioca, quebrará um jejum que já dura quase três anos.

Isso porque o Tricolor não vence a equipe Cruz-maltina há 10 partidas. A última vitória sobre o rival foi em 2017, pelo Campeonato Carioca, por 3 a 0, também no ‘Maior do mundo’. De lá pra cá, foram sete derrotas e três empates.

Confira os últimos 11 confrontos entre Fluminense e Vasco

Fluminense 0 x 0 Vasco. 02/11/2019 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 1 x 2 Vasco – 20/07/2019 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 0 x 1 Vasco – 17/02/2019 – Campeonato Carioca
Fluminense 0 x 1 Vasco – 02/02/2019 – Campeonato Carioca
Fluminense 0 x 1 Vasco – 03/11/2018 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 1 x 1 Vasco – 19/07/2018 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 2 x 3 Vasco – 29/03/2018 – Campeonato Carioca
Fluminense 0 x 0 Vasco – 07/03/2018 – Campeonato Carioca
Fluminense 0 x 1 Vasco – 26/08/2017 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 2 x 3 Vasco – 27/05/2017 – Campeonato Brasileiro
Fluminense 3 x 0 Vasco – 22/04/2017 – Campeonato Carioca


Foto: RUDY TRINDADE/FRAMEPHOTO/GAZETA PRESS
Fonte: Flunomeno