Manchester City anuncia oficialmente a contratação de Kayky

Agora é oficial. O Manchester City, da Inglaterra, confirmou a contratação do meia-atacante Kayky, do Fluminense. O acordo entre os clubes estava próximo de ser concretizado e faltavam apenas alguns detalhes burocráticos para o anúncio oficial. O jovem de 17 anos fica no Flu até o fim da temporada.

O Fluminense vai receber € 10 milhões fixos (cerca de R$ 66,5 milhões) por 80% de Kayky, com mais € 11 milhões (R$ 73,2 milhões) em bônus, dividos em metas a curto/médio prazo (€ 7 milhões) e a longo prazo (€ 4 milhões). Além desse valor, o contrato tem uma cláusula com opção de compra dos 20% de direitos econômicos restantes por mais €5 milhões (R$ 33,3 milhões).

Somando todos os valores, o Tricolor pode receber até € 26 milhões (cerca R$ 173 milhões) pela negociação do jovem, eleito o melhor sub-17 do mundo em votação realizada pela Football Talents Scout, página especializada em jovens talentos do futebol mundial.

Nas redes sociais, o clube inglês anunciou a contratação do jogador:

Pela equipe principal do Fluminense, Kayky tem 10 jogos na temporada, marcando dois gols. O jovem foi promovido ao time profissional em 2021, depois de conquistar o campeonato brasileiro sub-17 com a “Geração dos sonhos” de Xerém.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Flu pode receber percentual da venda de Brenner pelo São Paulo

Negociado com o FC Cincinnati, dos Estados Unidos por um valor entre 15 milhões de dólares (cerca de R$ 81 milhões) e 18 milhões de dólares (R$ 97 milhões), o atacante Brenner, do São Paulo, pode render uma compensação para o Fluminense através do mecanismo de solidariedade da Fifa.

Isso acontece porque em toda transferência internacional, o clube formador do atleta, no qual ele esteve entre os 12 e 23 anos, recebe 5% do valor total. Ou seja, por ter defendido o Tricolor das Laranjeiras em 2019 por empréstimo, Brenner renderá 0,5% da negociação para o Flu, o que daria algo em torno de R$ 405 mil e R$ 485 mil.

Pelo Fluminense, Brenner fez apenas seis partidas, três dessas como tiular, e não chegou a balançar as redes.

Fonte: Netflu

Foto: Maílson Santana/FFC

CBF volta atrás e permite venda de mando de campo no Campeonato Brasileiro

Segundo reportagem do Correio Brasiliense, o próximo Campeonato Brasileiro terá sim venda de mando de campo.

O veto que havia sido decidido no conselho técnico da competição que contou com a presença dos representantes de todos os clubes da Série A, foi refugado a pedido do governando do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Ainda de acordo com o Correio Brasiliense, Ibaneis viajou de Brasília para o Rio de Janeiro no último sábado (29) onde teve uma reunião com representantes da CBF, conseguindo reverter a decisão.

No entanto, para que a decisão fosse revertida foram exigidos algumas regras como a necessidade de comunicar com 30 dias de antecedência onde será realizada a partida, para regular o negócio