fbpx

Tricolor foi superado pelo Flamengo no voleibol

No Campeonato Estadual Adulto Feminino de Vôlei, o Fluminense acabou perdendo para o Flamengo por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 21/25, 25/23, 26/24 e 15/13, nesta segunda-feira (28/10), no ginásio de Laranjeiras, jogo válido pela terceira rodada.  A equipe tricolor fecha sua participação na fase de classificação contra o Sesc-RJ, na próxima segunda-feira (04/11).

O Fluminense iniciou muito bem a partida. No primeiro set abriu oito pontos de vantagem do adversário e fechou 25 a 22. Na segunda parcial, com a ponteira Mari Cassemiro no saque, o time largou na frente. O Flamengo buscou o empate e no tie-break venceu o jogo de virada.

Para chegar à final, o Tricolor precisa vencer o Sesc-RJ na última rodada e torcer por combinações de resultados.

O Fluminense começou o jogo com: Giovana Gasparini, Paula Borgo, Leticia Hage, Natasha, Thais, Mari Cassemiro e Andressa Krachefski.
Entraram: Pamela, Larissa, Mikaella, Julia Moura.

Foto Reprodução: Lucas Merçon/FFC

Boa Campanha do Fluminense no Campeonato Estadual Master de Vôlei

Diante do Campeonato Estadual Master de Vôlei, o Fluminense conquistou bons resultados. A equipe Tricolor que disputou o Campeonato de março a outubro, subiu ao pódio em todas as categorias e fechou a competição com uma medalha de ouro, três de prata e duas de bronze.

O próximo confronto é no Campeonato Brasileiro, que será realizado de 15 a 23 de novembro de 2019, no Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em Saquarema.

Confira os resultados do Fluminense no Campeonato Estadual Master de Vôlei:

FEMININO

1º lugar na categoria 40+

2º lugar na categoria 50+

3º lugar na categoria 45+

3º lugar na categoria 35+

MASCULINO

2º lugar na categoria 40+

2º lugar na categoria 35+

4º lugar na categoria 45+

Foto Reprodução: Site Oficial Fluminense Fc

Fluminense terá time na Superliga Masculina de Vôlei

A CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) confirmou na última terça-feira (13) a participação de 26 equipes na edição de 2019 do Campeonato Brasileiro Interclubes, o equivalente a Superliga C de vôlei masculino, com a participação do Fluminense.

A disputa já está confirmada para o dia 30 de setembro a 6 de outubro e, após a definição das sedes será divulgada a forma de disputa que será realizada pela primeira vez em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Contudo, já é sabido que os finalistas garantirão vaga na Superliga B.

Meninas fazem bonito e Fluminense começa bem a Copa Cidade Maravilhosa de Vôlei

No primeiro dia de competições, Tricolor das Laranjeiras venceu oito dos 11 jogos que disputou; equipe terminou invicta no feminino

Foto: Divulgação / FFC

Nesta última quinta, o Fluminense deu o pontapé inicial na Copa Cidade Maravilhosa de Vôlei, no Rio de Janeiro, no ginásio das Laranjeiras. Com 8 vitórias em 11 partidas disputadas, o Tricolor foi o destaque do primeiro dia de competições, principalmente no feminino, onde conquistou 100% de aproveitamento em todas as categorias (juvenil, infanto, infantil e mirim). O masculino, por sua vez, não conseguiu dar sequência ao ótimo desempenho e ganhou apenas um de quatro jogos, mas ainda pode se recuperar dentro do torneio.

Veja abaixo os resultados do Fluzão neste dia inicial de competição:

FEMININO

Juvenil

Fluminense 2 x 1 Flamengo (25/11, 22/25 e 15/07)
Álvares Cabral 0 x 2 Fluminense (14/25 e 11/25)

Infanto

Fluminense 2 x 0 CSN – Volta Redonda (25/15 e 25/20)
Fluminense 2 x 0 Unifemm (25/11 e 25/14)

Infantil

Fluminense 2 x 0 RJ Vôlei (25/10 e 25/11)
Fluminense 2 x 0 Minas B (25/14 e 25/12)

Mirim

Fluminense 2 x 0 Botafogo (25/11 e 25/12)

MASCULINO

Infanto

Fluminense 1 x 2 Flamengo (28/30, 25/14 e 12/15)

Infantil

Botafogo 2 x 1 Fluminense

Mirim

Fluminense 2 x 0 Minas (25/16 e 25/17)
Fluminense 1 x 2 Botafogo (16/25, 28/26 e 7/15)

Sassá pode ser punida por ir ao Fla-Flu com a camisa do rival

Foto: Reprodução Instagram

Jogadora foi flagrada após amiga postar a foto em uma rede social.

A jogadora de vôlei do Fluminense, Sassá pode ser punida pelo clube das Laranjeiras após comparecer ao clássico do último domingo (24) com a camisa do Flamengo.


A jogadora que foi flagrada após uma amiga que também estava no estádio postar a foto em uma rede social, teve a atitude extremamente reprovada pela grande maioria dos torcedores do Fluminense.


De acordo com o UOL Esportes, tal atitude repercutiu negativamente também com alguns dirigentes do Tricolor que não gostou da repercussão do caso e estuda uma punição para a atleta.


 

Vale destacar que mesmo com o Fluminense já eliminado da Superliga Feminina de Vôlei, Sassá ainda tem contrato em vigor com o clube e uma rescisão não é descartada.


 

fonte: Uol Esporte

Jogadora de vôlei do Fluminense é flagrada no Maracanã com camisa do Flamengo

Jogadora do vôlei feminino do Fluminense, Sassá, de 36 anos, aparece em uma imagem no Maracanã e com a camisa do Flamengo, que venceu nesse domingo por 3 a  2. A polêmica revoltou tricolores, que cobram a saída da líbero e campeã olímpica em 2008. Por ora, nem o clube nem a atleta se pronunciaram.


“Se ela defende as cores do Fluminense, como vai no Maracanã torcer pelo seu rival e ainda contra a gente? Falta de respeito!”, reclamou um torcedor. “O problema não é ela ser Flamengo, e sim ser funcionária do nosso clube e estar no estádio contra nós”, explicou outro.


Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Fluminense vence São Caetano pela Superliga Feminina de vôlei

Foto: Divulgação/FFC

Tricolor fez 3 sets a 0 sem muita dificuldade.

O Fluminense entrou em quadra na noite desta sexta-feira (08) para enfrentar o São Caetano pela 10° rodada da Superliga Feminina de vôlei e, sem sustos aplicou um 3 sets a 0 no time paulista. Parciais de 25×16 / 25×19 e 25×18.

O Tricolor terá agora mais dois desafios antes de encerrar a primeira fase da competição. O primeiro, nesta terça-feira (12), encara o Osasco, novamente no Hebraica. Já na sexta-feira (15), fecha a primeira fase contra o Barueri, no ginásio Panela de Pressão.

Com grande promoção nos ingressos, Flu enfrenta o Pinheiros nesta quinta

foto: Divulgação / FFC

Vindo de duas derrotas seguidas dentro de casa para Minas Tênis Clube e Sesc Vôlei Bauru respectivamente, o Fluminense terá a chance de reabilitação nesta quinta-feira (17) quando enfrenta o Pinheiros neste que será o terceiro jogo seguido no Hebraica.

Para contar com o apoio da torcida, o clube lançou uma grande promoção em que dará um ingresso inteiramente grátis aos 150 primeiros torcedores que comparecerem no ginásio com a camisa do Fluzão.

Esperando lotar o ginásio, as meninas do Tricolor deixaram um recado aos torcedores, confira:

O jogo tem previsão de início para às 19hrs, com a distribuição dos ingressos começando a partir das 17h e 30mim, no próprio Hebraica.

Meninas do Flu são derrotadas na estreia da Superliga de vôlei

Flu ainda saiu na frente, mas foram superadas nos três sets seguintes.

As meninas do Fluminense foram derrotadas pelo Pinheiros na estreia da Superliga feminina de vôlei por 3 sets a 1 (19×25, 25×22, 26×24 e 25×21).

Mesmo jogando fora do casa a equipe tricolor chegou a ganhar o primeiro set, mas foi superada nos três seguintes.

Agora o Fluminense terá duas partidas seguidas no Rio de Janeiro para buscar a reabilitação no campeonato. Na terça-feira (20) enfrentam Balneário Camboriú e na sexta-feira (23) o confronto é contra o Hinode Barueri, ambos na Hebraica, às 20h.

Os ingressos para ambos os confrontos terão uma promoção especial com o valor de R$5 (meia) e R$10 (inteira). Além disso, os 150 primeiros torcedores que comparecerem com a camisa tricolor ganharão um ingresso.

 

 

foto: Mailson Santana

Fluminense lança escolinha de vôlei para recuperar menores infratores

Na quinta-feira passada, o Fluminense deu um passo à frente no cumprimento do seu papel na sociedade. Foi inaugurada uma escolinha de vôlei no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE), na Ilha do Governador, com o objetivo de estimular a prática esportivo e recuperar menores infratores. A iniciativa é em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude.

Craque de vôlei de praia, Emanuel Rêgo, agora diretor-executivo de Esportes Olímpicos do clube, destacou o que o esporte pode proporcionar às jovens e espera ver mas trabalhos com este intuito sendo desenvolvidos.

– O papel do Fluminense é o de incentivar jovens. Convênios desse tipo ensinam valores como o trabalho em equipe e a busca pelo sucesso com disciplina e espírito de colaboração. Só posso desejar sucesso para as alunas, professores e todos que colaboram para que projetos como esse tenham cada vez mais êxito – declarou.

A escolinha atenderá 50 jovens, entre 12 e 18 anos, que estejam cumprindo medidas socioeducativas. As aulas acontecerão por duas vezes na semana, às quartas e quintas-feiras, pela manhã. A ação também garante uniforme e material esportivo, como bolas e redes.

– O acesso a projetos esportivos também é parte importante no processo de ressocialização. O ganho para os jovens que participarão dessa iniciativa será enorme – afirmou Wagner Victer, secretário de Estado de Educação.

A parceria é, também, resultado da contrapartida social da Lei de Incentivo ao Esporte e à Cultura, parte importante na manutenção do time feminino do Fluminense na Superliga.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Top