Fluminense promoverá realização de teste da Covid-19, com desconto para sócios, em Laranjeiras

Com os números da Covid-19 apresentando queda, os clubes se reuniram na última semana e acertaram a volta do público aos estádios a partir da rodada 23, em andamento ao longo deste final de semana.

Como o Fluminense enfrenta o Santos, o jogo foi adiado por São Paulo ainda não liberar a volta do público nos estádios, o que passará a valer a partir desta segunda-feira (04). Assim, o primeiro jogo do Flu com a volta da torcida, acontecerá nesta quarta-feira (06), quando o Tricolor recebe o Fortaleza, no Maracanã.

Porém, para garantir presença no estádio, o torcedor tem que comprovar o recebimento da vacina, além de apresentar o teste de Covid-19. Pensando nisso, o Fluminense, em parceria com a Insigne Diagnósticos, oferecerá o teste por R$50 e com realização em Laranjeiras, mesmo local onde o torcedor já poderá adquirir o ingresso para a partida.

Mas atenção, pois os testes só estarão disponíveis na terça e quarta-feira, dias 05 e 06 respectivamente, de 8h às 17h.

Presidente Mario Bittencourt dará coletiva sobre volta do público aos estádios

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, concederá uma entrevista nesta sexta-feira (01) quando tratará do assunto da volta do público aos estádios.

A coletiva seguirá de forma remota, com início previsto para às 13h.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Partida contra o Bragantino deve ser o último do Flu com portões fechados

O Fluminense enfrenta o Bragantino neste domingo (26), pela 22° rodada do Campeonato Brasileiro, jogo que ainda não terá a presença de público.

Uma reunião na CBF no entanto, pode definir a volta da torcida já na próxima rodada. Por tanto, caso se confirme as espectativas, o Flu terá o tão esperado com seu torcedor na rodada 24, quando recebe o Fortaleza.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Oficial! Governo do Rio autoriza retorno de torcedores nos estádios

Nesta quinta-feira (24), o governador do Rio de janeiro em exercício Cláudio Castro publico no Diário Oficial, em edição extra, o decreto que autoriza a volta do público aos estádios.

Os estádios poderão receber 30% da capacidade máxima. Além disso a medida vale somente para municípios com a bandeira amarela ou verde, ou seja, que representam menor risco de contágio do coronavírus.

Há ainda a exigência de que cada estádio cumpra um protocolo rígido de segurança avaliado e aprovado pelas autoridades sanitárias e de segurança, que deve ser apresentado até 72 horas antes das partidas e precisa seguir as regras do “Plano de Retorno dos Torcedores aos Estádios de Futebol”, elaborado pela CBF.

Entre as obrigações estão o distanciamento de, no mínimo, dois metros entre os torcedores, a distribuição de álcool em gel para os mesmos e a medição de temperatura na chegada dos presentes.

Em caso se descumprimento, corre o risco de uma multa de R$ 5 mil ou proibição de realização de partidas por 15 dias corridos.

fonte: UOL
foto: divulgação

Corinthians ameaça deixar Brasileirão caso torcida seja liberado somente no Rio de Janeiro

Na última sexta-feira (18) o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela anunciou o retorno do público aos estádios do Rio de Janeiro a partir do dia 4 de outubro, quando os estádios cariocas poderão receber 1/3 da capacidade dos estádios.

O Corinthians, por meio de uma publicação de seu presidente, Andrés Sanchez já se manifestou contrário a decisão e ameaçou inclusive a abandonar o Brasileirão caso o público seja liberado somente no Rio de Janeiro.

Vale destacar que embora a prefeitura do Rio tenha autorizados volta do público, falta ainda o aval da CBF para a volta da torcida ser realmente autorizada. Uma reunião na próxima semana deve definir o assunto.

Foto em destaque: Marcos Riboli