fbpx

Em vídeo Crivela diz que decreto serve apenas para Fluminense e Botafogo

Na tarde deste sábado (20) o prefeito Marcelo Crivela publicou um decreto no Diário Oficial, suspendendo às competições esportivas no Estado, até a próxima quinta-feira (25).

Contudo, o prefeito soltou um vídeo mais ao final da noite onde informa que a medida serve apenas para os jogos da dupla Fluminense e Botafogo, contrários à entrar em campo nas datas agendadas pela Ferj: dias 22 e 24 de junho.

O prefeito informou ainda que órgãos de saúde da prefeitura irão analisar o protocolo de segurança adotado pela ferj. Veja o vídeo:

Os jogos entre Vasco x Macaé e Madureira x Resende, que aconteceriam neste domingo (21) no entanto, foram reagendados pela Ferj.

Globo pede à Ferj mais tempo para reinício do Carioca e “exige” participação de todos os clubes

Ao que tudo indica, o Campeonato Carioca terá seu reinício nesta quinta-feira (18), contudo, a Tv Globo, detentora dos direitos de transmissão da competição teria pedido à Ferj, mais tempo para o reinício do Campeonato.

A emissora demonstra uma certa insatisfação com o protocolo de segurança da Federação, considerando o documento impreciso e sem segurança de colocar seus funcionários para trabalhar nos jogos.

Além disso, a emissora também pediu a participação de todas as equipes na competição, incluindo Fluminense e Botafogo, que se recusam a jogar na data estipulada pela Ferj.

Foto em destaque: Divulgação/Ferj

Jogadores do Fluminense criam manifesto contrários à volta do futebol

Os jogadores do Fluminense criaram um manifesto onde se mostram contrários à volta do futebol, confirmada para esta quinta-feira (18).

De acordo com os atletas, a manifestação partiu dos próprios jogadores que citaram alguns fatores como os altos números de óbitos ocasionados pela Covid-19 e um tempo de treinamento antes de retornar aos jogos.

Os jogadores ainda questionam o posicionamento da Federação em apressar a volta do Estadual e completam ainda que caso o clube seja obrigado a entrar em campo, jogarão sob protesto.

Veja o manifesto:

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Reunião entre clubes e Prefeitura não altera decisão do arbitral e início do Carioca segue mantido

Representante dos clubes da elite do futebol carioca estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira (17) com o prefeito Marcelo Crivela, quando discutirem sobre a data do retorno do futebol Carioca, definida pelo arbitral, para está quinta-feira (18).

A reunião no entanto não trouxe nenhuma novidade no caso e a sequência da competição segue mantida para acontecer neste quinta-feira (18) no jogo entre Bangu x Flamengo, marcado para às 21h no estádio do Maracanã.

O governador contudo, fez pedido para que a fosse mantida a decisão de Fluminense e Botafogo em não atuaram na data previamente agendada, que seria na próxima segunda-feira (22).

Representante do Tricolor na reunião, Marcelo Penha reforçou o que já havia dito Mário Bittencourt, quando descartou entrar em campo caso a decisão seja mantida. Crivela pediu um entendimento entre as partes para que o caso não fosse parar na justiça, como ameaçou Botafogo e Fluminense caso a data de seus jogos não seja alterada.

Fluminense confirma envio de representante na reunião com a Prefeitura

Apesar de deixar bem claro sua posição contrário à volta do Campeonato Estadual neste momento, o Fluminense emitiu uma nota na qual confirmou ter enviado um representante da equipe das Laranjeiras na reunião entre a Prefeitura, Ferj e os clubes da série A do Campeonato Carioca, que acontece na tarde desta quarta-feira (17).

O clube deixou claro no entanto que a presença de um representante na reunião não configuraria uma aceitação nós termos propostos pela Ferj.

Acompanhe a nota na íntegra:

O Fluminense Football Club enviou representante à reunião entre os clubes de futebol e a prefeitura, em atenção à institucionalidade e em demonstração de total abertura ao diálogo. No entanto, a presença de um dirigente do clube na reunião não significa anuência com a injustificável decisão do arbitral da Ferj de retorno imediato do campeonato, em meio a riscos ainda elevados de contaminação de atletas, funcionários e torcedores. Seguimos aguardando o bom senso da FERJ na remarcação das datas, e essa é nossa esperança. Mas reafirmamos que ainda não é a hora de voltar aos campos.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

De acordo com repórter, Bolsonaro assistirá in loco reestréia do Carioca

O arbitral da Ferj que aconteceu na última segunda-feira (15) deu um importante passo para a volta do futebol, no entanto, Fluminense e Botafogo ainda seguem contrário a volta de imediato e uma indefinição quanto ao retorno do estadual persisti.

Contudo, Renan Moura, repórter da Rádio Globo, informou na tarde desta terça-feira (16) que o presidente Jair Bolsonaro planeja vir ao Rio para assistir a reabertura do Campeonato in loco.

Como ficou claro no entanto na publicação de Renan, ainda não se sabe qual o jogo que presidente acompanharia.

Vale destacar que o presidente sempre foi um defensor da volta do futebol no estado, chegando inclusive a receber os presidentes de Flamengo e Vasco para um almoço em Brasília.

Presidente do Fluminense não aceita datas sugeridas e retorno do Carioca pode parar na justiça

No arbitral realizado na noite da última segunda-feira (15) entre Ferj e representantes dos clubes que disputam a série A do Campeonato Carioca, ficou decidido por maioria dos vistos que o Campeonato retorne nesta quinta-feira (18) com a realização da partida entre Bangu x Flamengo, uma vez que se trata das duas equipes que voltaram aos treinos há mais tempo.

O Fluminense por sua vez, que nem sequer realizou os exames sorológicos nos jogadores – será realizado nesta terça-feira (16), voltaria no dia 22, tendo tempo desta forma para entrar em campo já com o resultado dos exames em mãos. No entanto, o presidente Tricolor, Mário Bittencourt se mostrou contrário à decisão pelo fato de não haver tempo hábil para realização de um período de treinos presenciais – jogadores vem realizando treinos virtuais desde o início de maio, e pelo fato do tempo curto de recuperação entre uma rodada.

Com isso, de acordo com o setorista do Fluminense pela Rádio Globo, Victor Lessa, caso as datas sejam mantidas, Mário deverá buscar os direitos do clube na justiça.

Seguimos achando precipitado o retorno do futebol porque entendemos que não é momento. A pandemia persiste. A maioria dos clubes do Rio de Janeiro quer voltar. Sendo assim, cedemos, mas desde que o Fluminense tenha um tempo justo de treino e que a prefeitura e o governo do estado autorizem a volta de forma oficial. Entendemos que nesse caso podemos avaliar um retorno. Como as datas marcadas (22 e 24) para o retorno dos nossos jogos são inaceitáveis, do ponto de vista da saúde de nossos atletas, não vamos a campo e vamos buscar as medidas na justiça desportiva para fazer valer o que é certo, já que se trata de um estado de calamidade pública – teria afirmado o dirigente.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Ferj já teria definido jogo de reestréia do Carioca; caso ocorra Flu estuda entrar com ação no TJD

O arbitral que será realizado na tarde desta segunda-feira (15) deve sacramentar a volta do futebol carioca. A Ferj já teve inclusive o protocolo médico aprovado pelo governo e já teria até definido o jogo de reestréia: Bangu x Flamengo, sexta-feira, dia 19 de junho.

Caso a data seja mesmo confirmada o Fluminense não deve entrar em campo, até por quê seus jogadores ainda estariam aguardando o resultado dos testes sorológicos agendados para acontecer nesta terça-feira (16), com o resultado previsto para sair de cinco a sete dias.

Com isso, o presidente Mário Bittencourt já estuda uma maneira de acionar o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) em caso de retorno da competição sem aprovação Fluminense uma vez que caso ocorra, a volta seria definida por decisão da maioria e não por unanimidade, o que na visão de Mário, tal mudança significaria uma mudança no regulamento, o que só poderia ser feito, caso aprovado por unanimidade.

Para Ferj no entanto, esse retorno não alteraria o regulamento e seria “apenas” uma definição das datas.

Foto em destaque: Divulgação/Ferj

Presidente tricolor teme que antecipação do Carioca possa prejudicar equipe no Brasileirão

Em live realizada na noite deste domingo (14) pelo canal do YouTube do Fluminense, a FluTv, o presidente tricolor, Mário Bittencourt, esclareceu alguns pontos sobre a pandemia e o retorno do futebol, a qual o clube das Laranjeiras tem se mostrado um grande opositor ao lado do Botafogoo, no momento.

Mário explicou que no seu entendimento, uma retomada do Campeonato de forma precipitada poderia inclusive atrapalhar a preparação não só do Fluminense, como de todos os outros clubes no início do Campeonato Brasileiro, que segue sem uma data definida.

– As pessoas estão com a visão errada de que a gente vai chegar no Campeonato Brasileiro em situação pior ou melhor porque estamos treinando há mais tempo que os adversários. Na verdade, o importante é que todos tenham o mesmo calendário. O justo desportivamente é que todos nós tivéssemos 20 dias antes do Campeonato Brasileiro de paralisação para treinar – ponderou o presidente, defendendo um retorno do Carioca de forma mais pensada, em julho.

– O que pode acontecer pelo desequilíbrio dos calendários é que a gente chegue perto do Brasileiro com o Fluminense e os outros clubes do Rio parados há 40 dias sem competir e os adversários competindo até dez dias antes. Então se o Carioca iniciar em julho e se prolongar ao longo do mês é muito mais interessante do que competir em junho fora de forma e aí parar novamente – completou.

Vale destacar que na tarde desta segunda-feira (15) haverá um arbitral com representantes dos clubes e da Ferj, onde discutirão uma data para o retorno do Carioca, sendo avaliada a taxa de 19 de junho como uma data de preferência da Federação em consenso com alguns clubes.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Dificilmente Flu entrará em campo caso confirme retorno do Carioca para a próxima semana

O arbitral da Ferj marcado para a próxima segunda-feira (15) pode definir o retorno do futebol carioca já para o próximo final de semana, uma vez que a Federação trabalha com a data do dia 19 de junho para o reinício da competição.

Contudo, caso o retorno seja confirmado para esta data, o Fluminense dificilmente estará em campo, uma vez que o clube trabalha com essa data para receber o resultado dos exames dos jogadores, marcado para serem feitos na próxima terça-feira (16) e com isso o clube não poderia entrar em campo sem saber sobre a condição de infecção de seus jogadores.

Além disso, o clube ficou de certa forma contrariado por não ter sido avisado da reunião entre Ferj e alguns clubes que aconteceu no último sábado (13).

Com isso, o W.O ao Tricolor não está descartado.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Top