fbpx

CBF convoca reunião com clubes da Série A para decidir volta do público aos estádios

Na tarde desta terça-feira (22) o governo federal por meio do Ministério da Saúde, autorizou a volta do público aos estádios de futebol de todo país a partir de outubro.

Como o tema vem causando polêmica devido às diferentes situações em cada estado, a CBF anunciou que convocou uma reunião com representantes dos 20 clubes da Série A para discutirem o assunto.

Ainda de acordo com a entidade, o encontro será na próxima quinta-feira (24), às 16h30 (de Brasília), por videoconferência, sendo realizado ainda uma consulta com autoridades estaduais e municipais, uma vez que cada estado e município tem autonomia para realizar seus protocolos e adotar medidas sanitárias apropriadas para receber torcedores.

O portal GE.Globo, entrou em contato com representantes estaduais, com São Paulo, Minas Gerais e Salvador sendo contrários à decisão da volta do público.

Governo do Rio amplia medidas restritivas e não autoriza volta do público aos estádios

Depois do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela, anunciar a intenção de liberar a volta do público ao Maracanã para outubro, o governador em exercício, Cláudio Castro, manteve suspensa a volta do público aos estádios.

O veto veio através de uma publicação extraordinária no Diário Oficial, onde o governo ampliou as medidas restritivas no estádio até o próximo dia 6 de outubro, vetando aglomerações em praias e eventos esportivos.

Vale destacar que de acordo com Crivela, o primeiro jogo que teria autorização da prefeitura para volta do público seria no dia 4 de outubro. A medida no entanto ainda dependia de uma aprovação da CBF.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Prefeitura autoriza e Maracanã pode ter volta do público em outubro

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela (Republicanos) autorizou a volta do público aos jogos de futebol na cidade do Rio, em anúncio feito nesta sexta-feira (18).

De acordo com a prefeitura, o primeiro jogo com a volta de público deve acontecer no dia 4 de outubro na partida entre Flamengo x Athletico-PR. A medida no entanto ainda precisa de aprovação da CBF, que deve dar uma posição na próxima semana quando tem uma reunião marcada para discutir o assunto.

Vale destacar que no mesmo dia 4, está marcado para acontecer o clássico entre Botafogo x Fluminense, no entanto mesmo que seja aprovado, o jogo ainda deverá ser sem a presença de público. Desta forma, o torcedor Tricolor deve reencontrar o time nos estádios a partir do dia 11, quando o Fluminense recebe o Bahia, no estádio do Maracanã.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: Portal ENM

Reunião pode selar volta do público ao estádio já em setembro

Uma reunião entre a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Federação de Futebol do estado, a Ferj, irá debater a volta do público aos estádios de futebol.

O encontro que está marcado para acontecer na tarde desta terça-feira (08), por volta das 15h, contará com representantes da entidade que rege o futebol carioca e de secretarias municipais. 

Segundo informações divulgadas pelo portal UOL, a idéia é que já haja pelo menos um terço da capacidade máxima dos estádios liberada a partir deste mês, contudo, um novo protocolo de segurança deve ser adotado em caso de voltar com o público.

CBF sinaliza para liberação de público em outubro; enquanto isso, Brasileirão já teve 40 casos de Covid-19 entre os atletas

A Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, está propensa em liberar a volta do público ao futebol já para o mês de outubro.

Segundo informado pelo repórter do Grupo Globo, Marco Aurélio Souza, já há entre os clubes uma briga pela decisão, uma vez que Flamengo seria a favor da medida, enquanto o Corinthians seria contra.

Vale destacar que desde o começo das competições nacionais, na última sexta-feira (07), já foram registrados cerca de 40 casos de Covid-19 entre os atletas distribuídos entre clubes das Series A, B e C, o que levou ao adiamento de três partidas.

Vale destacar ainda que alguns países como Rússia e França já realizaram partidas com a presença de público. Em contrapartida, EUA, Inglaterra, Portugal e Alemanha ainda não liberaram a volta do torcedor. Os dois últimos inclusive são sedes da Liga Europa e da Champions que ainda estão em disputa.

Top