fbpx

A pedido de Jesus, Flamengo pode buscar ex Tricolor Wendel em 2020

Foto: Divulgação/FFC

Não é de hoje que o Flamengo busca jogadores com raízes Tricolor para reforçar seu elenco, e o bola da vez parece ser o volante Wendel, revelado no Fluminense e atualmente no Sporting.

Tendo começado a temporada como titular no Sporting, Wendel foi afastado da equipe após ser visto em bares lusitanos após às 23h, sendo essa a quinta advertência sofrida pelo atleta.

De acordo com o jornal português, A Bola, foi o técnico flamenguista, Jorge Jesus quem teria indicado o jogador ao rubro-negro, que pode ainda de acordo com o jornal, fazer uma proposta pelo ex tricolor em janeiro de 2020.

Wendel tem contrato com o Sporting até junho de 2023 e uma cláusula de recisão de €60 milhões (cerca de R$224 milhões). Por conta do alto valor, o Flamengo poderia tentar o empréstimo do jogador ainda de acordo com o jornal lusitano.

Wendel processa o Fluminense e alega “abalo emocional por não possuir recursos básicos necessários para a sua sobrevivência”

Revelado em Xerém e vendido ao Sporting em janeiro de 2018 por 7,5 milhões de euros (à época, R$ 29,2 milhões), Wendel moveu processo trabalhista contra o Fluminense no dia 3 de abril, através da 58ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. A magistrada Luciana Gonçalves de Oliveira Pereira das Neves julgará o caso em audiência adiada para 17 de junho, a pedido do volante.

A cobrança é referente a(o): cinco parcelas de direitos de imagem (R$ 215 mil); férias (R$ 144.444,00); 13º (R$ 108.333,33); FGTS (R$ 103.999,68); multa de 40% do FGTS (R$ 41.599,87); multa pela rescisão (R$ 82.249,13); e danos morais (R$ 20 mil). O valor pedido é totalizado em R$ 873.959,34.

– O reclamante sofre forte abalo emocional por não possuir recursos básicos necessários para a sua sobrevivência e de sua família, gerando-lhe situação vexatória perante seus credores e à própria sociedade, sendo levado ao desespero, vítima que foi de aflições e angústias, intoleráveis para qualquer ser humano – destaca reclamatória assinada pelos advogados Agnaldo Barreto de Sá Junior e Daniel Viera Rebelo Rodrigues.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Após derrota para Chiquinho, Fluminense é acionado por “moleques de Xerém” na Justiça

Acionado em diversos processos judiciais, o Fluminense vê sua crise financeira, agravada em 2017, cada vez mais longe de uma solução. Nos últimos dias, dois jovens revelados em Xerém recorreram à Justiça por direitos trabalhistas.

Negociado para o Corinthians em julho de 2018 e hoje no Bahia, Douglas solicitou, através de liminar, a penhora de verbas rescisórias. Todavia, a juíza Danielle Soares Abeijon, da 27ª Vara do TRT-1 negou o pedido, alegando ser necessário aguardar a audiência marcada para o dia 4 de junho.

Por sua vez, Wendel, que deixou o clube rumo ao Sporting em 2017, cobra, por exemplo, verbas rescisórias e 40% do FGTS. A audiência deste caso ocorreria na próxima semana. No entanto, o volante pediu o adiamento para a segunda quinzena de junho.

DERROTA NOS TRIBUNAIS PARA CHIQUINHO

Após conseguir R$ 100 mil em ação trabalhista em setembro passado, Chiquinho, que passou pelas Laranjeiras em 2014 e pôs Fluminense e sua ex-patrocinadora Unimed na Justiça, elevou a multa para férias de 2014 mais 1/3, FGTS de dezembro de 2014 e 50% do salário que recebia. A decisão é da juíza Flávia Alves Mendonça Aranha, da 57ª Vara do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: LANCE!

Ex Flu, Wendel brinca com novo reforço Tricolor e deixa aberta a possibilidade de um retorno

Foto: Lucas Merçon/FFC

Jogador respondeu uma postagem nas redes sociais.

O volante Wendel, ex Fluminense e hoje no Sporting, de Portugal, mostrou que está sempre antenado no noticiário Tricolor.

Em sua conta oficial no Instagram, o ex tricolor brincou com a nova contratação do clube, Allan. Jogador que a torcida chegou a brincar com a semelhança física que tem com Wendel, e o ex camisa 37 caiu na zoeira:

Outro fato chamou a atenção na postagem. Respondendo a um comentário da página Cavalinho do Fluminense que postou que estava com saudades. E a resposta do volante foi: “Não foi um adeus”. Deixando no ar a intenção de voltar a vestir a camisa do Fluzão.

Jornal português aponta para possível volta de Wendel ao futebol brasileiro

Destaque no Flu, jogador não teve um bom desempenho em Portugal.

Revelado nas divisões de base do Fluminense, em Xerém, o volante Wendel foi um dos grandes destaques do Tricolor na campanha do Brasileirão 2017. Porém, o jogador não conseguiu ter uma sequência no Sporting, de Portugal, tão pouco repetir as boas atuações dos tempos de Fluminense.

Diante da falta de oportunidades em Portugal, o jornal lusitano O Jogo publicou que o meia já pensa em um possível retorno ao Brasil e ainda de acordo com o jornal português, o São Paulo já estaria interessado em repatriar o volante ex Flu.

Aposta do ex técnico do Leões, Jorge Jesus, Wendel chegou com grande espectativa em Portugal, mas atuou apenas 4 jogos, totalizando  114 minutos em campo.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Bruno de Carvalho

Empresário de Wendel reclama da falta de oportunidade no Sporting

Volante foi negociado no início do ano após se destacar em 2017.

O volante Wendel, que foi considerado uma das grandes revelações do futebol brasileiro em 2017 e negociado com o Sporting, de Portugal no início deste ano.

Pretendido por diversos clubes europeus, entre eles: Paris Saint-Germain, Porto e Milan, o volante optou pelo Sporting por entender que seria o clube no qual teria mais oportunidade de atuar, se destacar e rumar para um clube de mais renome na Europa. Contudo, o jogador não tem tido oportunidades na equipe portuguesa.

Contudo com pouco mais de um mês de clube, Wendel ainda não atuou, sendo relacionado apenas no último jogo mas não entrou na partida. Diante do pouco aproveitamento dentro de campo, o tio e empresário do jogador, Cláudio Moisés dos Santos, concedeu uma entrevista ao jornal do país, A bola, na qual reclama da situação do atleta:

– Se fosse só para treinar ele ficava no Brasil. O Wendel sabe que está num clube grande, respeita as decisões, mas estamos falando de um grande investimento que não está sendo aproveitado. Não entendemos e queremos perceber as razões – disse o empresário.

Ainda de acordo com a publicação, Cláudio Moisés está em Portugal acompanhado do advogado do jogador, Aguinaldo Barreto, para se reunir com dirigentes do clube. No entanto, não foi revelado qual seria o teor da reunião.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Top