fbpx

Fluminense firma contrato profissional de três anos com Marcelo, goleiro do sub-17

Foto: Lucas Merçon / FFC

Negociação acontecia desde o ano passado e se concretizou na noite da última terça (26)

Um dos destaques do sub-17 do Fluminense, o goleiro Marcelo assinou contrato profissional de três anos com o clube. O vínculo foi firmado em uma reunião realizada entre os familiares e empresário do jogador com o Tricolor, na noite desta última terça-feira (26), conforme divulgou o globoesporte.com. A negociação começou ainda em 2018, quando Marcelo brilhou na conquista do Carioca e nos vices da Taça BH e Copa do Brasil.

Ainda no ano passado, o goleiro começou a aparecer para os torcedores com o treinador Abel Braga, que o levou para a Flórida Cup, nos Estados Unidos. Na ocasião, o jovem atleta, que tinha apenas 15 anos, foi relacionado por causa da lesão de Pedro Paulo, terceiro arqueiro da equipe profissional.

Marcelo possuía um vínculo de formação com o clube até poder assinar em definitivo. Para isso, o jogador deveria ter 16 anos, completados no final de dezembro. Conhecido como bom pegador de pênaltis – status adquirido após ótimo desempenho contra o Palmeiras, pela semifinal da Copa do Brasil -, o goleiro é uma das promessas de Xerém.

Atualmente o menino está passando por um período de treinos com a Seleção Brasileira sub-17 visando o Sul-Americano da categoria. É provável que Marcelo, atleta do Fluminense há nove anos, seja integrado ao elenco sub-20 após voltar das férias.

Foto: Maílson Santana

Fluminense apresenta projeto 2019 para o futsal do clube

Foto: Maílson Santana
Foto: Maílson Santana/FFC

Evento contou com a participação do meia Daniel, oriundo da base e hoje nos profissionais.

O Fluminense apresentou na noite da última terça-feira (19) o projeto para o futsal Tricolor em 2019. O evento contou com presença do meia Daniel, dos auxiliares técnicos Leo Percovich e Edevaldo de Freitas, e do preparador de goleiros André Carvalho, todos oriundos da base e hoje integrantes do Futebol profissional.

Familiares das crianças do futsal estiveram presentes em Laranjeiras para acompanharem o evento que tem a proposta de apresentar, aos pais e responsáveis, o planejamento para o ano de 2019, abordando a filosofia do clube, a integração direta com Xerém e sua força.

Importante no clube, o futsal já ajudou na revelação de grandes nomes da equipe, como: Marcelo, Gerson, os gêmeos Fábio e Rafael além do próprio Daniel.

– Quando eu cheguei aqui com o Daniel, com 7 anos, sabia da responsabilidade. Tenham cuidado com a transferência dessa responsabilidade para as crianças. Eu tive muita ajuda na minha época, procurem ajudar outros pais também com a experiência que adquiriram. Boa sorte para todos vocês – disse o pai do meia Daniel, Edilson Simões.

Seleção Brasileira de base convoca atletas e profissional do Fluminense

Por Rômulo Morse


Seguindo a tradição de Xerém, quatro jovens das categorias de base do Fluminense foram convocados para representar a Seleção Brasileira. O goleiro Marcelo, o meia Miguel Silveira, e os atacantes Matheus Martins e Kayky se apresentarão para o time Sub-17 que irá disputar o Sul-Americano da categoria e para o Torneio de Desenvolvimento da UEFA Sub-16. O preparador físico Igor Cotrim também foi lembrado e estará na equipe.

Diretor esportivo da base tricolor, Marcelo Teixeira se mostrou satisfeito com o que vem sendo realizado na área e comemorou:

– Muito feliz em ver o resultado do nosso trabalho também sendo reconhecido pela nossa Seleção. Temos o objetivo de formar cada vez mais meninos com nível para jogar as competições internacionais, para poderem chegar ainda mais preparados na equipe principal do Fluminense. Outra felicidade é ver nosso preparador físico sendo lembrado pela CBF. Mostra que estamos no caminho certo e cumprindo as nossas metas de capacitar cada vez mais os profissionais de Xerém.

O goleiro Marcelo e o meia Miguel Silveira estão na lista do técnico da Seleção Sub-17, Guilherme Dalla Déa, que chamou 26 jogadores para um período de treinos na Granja Comary, em Teresópolis. A atividade visa preparar para o Sul-Americano que será disputado no Peru. O técnico ainda fará três cortes.

Pela equipe Sub-16, o comandante Dudu Patettuci chamou os atacantes Kayky e Matheus Martins. Eles vão disputar o Torneio de Desenvolvimento da UEFA, realizado na Inglaterra em formato de quadrangular. Igor Cotrim, preparador físico do time Sub-17 do Fluminense, também estará na delegação.

Flu firma primeiro contrato com jovem sensação da base

Foto: Arquivo Pessoal

Jovem  possui 81 gols em 99 jogos com a camisa tricolor.

O Fluminense anúncio nesta sexta-feira (15) que firmou contrato de formação por 4 anos com o meia Arthur, de 14 anos, uma das principais promessas do clube.

Formado nas categorias de base do clube, em Xerém, o garoto possui 81 gols em 99 jogos com a camisa tricolor.

Natural de Friburgo, Arthur, chegou ao time tricolor em 2015, tendo seu início no futsal, onde passou pelas categorias Sub-11, 13 e 14 do Fluzão.

O contrato do jovem foi assinado de acordo com a legislação brasileira, que prevê Pela legislação brasileira, que autoriza a assinatura do vínculo de formação a partir de 14 anos, enquanto o tipo profissional só pode ser assinado depois dos 16 anos.

 

fonte: Globoesporte.com

 

Fluminense encaminha contração de trio com destaque na Copa São Paulo

Foto: Léo Lemos/Náutico

Trio chegará por empréstimo com valor do passe fixado.

Após anunciar a chegada do lateral paraguaio, Yair Mendez, para um período de testes em Xerém, o Fluminense encaminhou o empréstimo de mais três jogadores para o sub-20 do clube.

O trio: Caio Vitor (atacante, do Volta Redonda) Carlão (zagueiro, do Náutico) e Jefferson (lateral esquerdo, do Lagartense-SE) estão por detalhes para assinar com o Tricolor um contrato de empréstimo com valor do passe fixado.

Ambos chegaram ao clube através do processo de capitação da base Tricolor após se destacarem por seus respectivos clubes durante a disputa da Copa São Paulo de Juniores. O zagueiro Carlão inclusive já foi promovido ao time principal do Náutico antes de ser pretendido pelo Fluzão.

Vale destacar que o projeto de capitação já pode ser considerado de sucesso no clube, uma vez que através dele chegaram ao clube jogadores que se destacaram recentemente na equipe, como os casos de Gustavo Scarpa e Ibanez.

Xerém sente crise financeira e perde força no mercado da bola

Se, antes, a crise financeira atingia apenas o futebol profissional, agora é um problema que chegou, também, a Xerém. A falta de recursos diminuiu o poder aquisitivo do Fluminense. Quando está em busca de reforços, por exemplo, tem de negociar empréstimos ou contratações sem custos, à exceção do caso Caio, ex-Londrina, comprado depois de testes no time principal, ainda com Abel Braga no comando.

Os atrasos salariais, comuns no profissional, viraram rotina na base. Jogadores e funcionários estão sem receber há quase dois meses. Além de enfraquecido no mercado da bola, o clube perdeu oportunidades de disputar torneios na República Tcheca e na Alemanha. As excursões para o exterior só acontecem quando as despesas são bancadas por quem organiza.

Xerém se tornou mais que uma referência nacional. É de onde saem atletas que integram o elenco principal. Atualmente, há 15 representantes no grupo de Marcelo Oliveira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Top