Tática Didática: A base do Flu é subestimada

O Fluminense, hoje, conta com jogadores formados na categoria de base no time profissional. Os principais destaques são os atacantes Kayky e Luiz Henrique. O primeiro, inclusive, está vendido para o grupo que controla o Manchester City, da Inglaterra.

Mas o fenômeno de ter jovens promessas no time titular não é novo no clube. Nos últimos anos, Xerém tem se revelado um local que revela muitos talentos. Se pensarmos nos últimos anos, temos Gerson e João Paulo, por exemplo. E se formos mais atrás, podemos lembrar de Marcelo e os irmãos Fábio e Rafael.

No entanto, diante da grande mídia, Xerém não é destaque. Normalmente se falam das bases de Santos e São Paulo, que também formam bons atletas. E, recentemente, até a do Flamengo foi mais falada que Xerém.

Uma das explicações para este “fenômeno”, acreditamos, é o fato do Fluminense vender bem cedo as promessas. Algumas delas nem entram em campo pelo time principal.

No vídeo abaixo, falamos sobre o tema. Assista e participe deste debate conosco. Você concorda que a base do Flu é subestimada?

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Mais um! Meia-atacante Cauã Silva, do sub-17, assina primeiro contrato profissional com o Flu

Além do atacante Dioguinho, foi a vez de mais um jogador da geração 2004 renovar com o Fluminense. O meia-atacante Cauã Silva, do sub-17, assinou seu primeiro contrato profissional com o clube, válido por três anos.

Vindo do Madureira, Cauã chegou ao Flu em 2019, e vai integrar a equipe sub-17 Tricolor nessa temporada.

Nas redes sociais, o jovem comemorou a assinatura de seu contrato:

Atual campeão da categoria, o Fluminense estreia no campeonato brasileiro sub-17 contra o Fortaleza no dia 8 de maio, às 15hrs, nas Laranjeiras.

Foto: Arquivo pessoal

Autor do segundo gol contra o Boavista, John Kennedy fala sobre parceria com Kayky

Após iniciar a temporada entre os titulares, o atacante john Kennedy acabou perdendo espaço no Fluminense com a escalação de parte do elenco principal. No entanto, o atacante entrou no segundo tempo da partida contra o Boavista, quando marcou o segundo gol do jogo, seu primeiro na temporada.

A jogada foi toda produzida por Xerém, com passe de Kayky e finalização de John. Dupla essa que já era entrosada na vase. John Kennedy atuou com Kayky no Sub-17 do Flu em 2019 e conquistaram o Carioca e chegaram às semifinais da Copa do Brasil, time precursor da “Geração dos Sonhos”.

Jogamos juntos pelo Sub-17. Realmente, é fácil demais (jogar com ele). Um jogador diferenciado e muito habilidoso. Quando percebi ele vindo com a bola, já sabia que alguma coisa boa ele ia fazer. E foi um passe perfeito, que me deixou em boas condições de finalizar na saída do goleiro. Kayky é acima da média e tenho certeza que ainda vai ajudar muito o Fluminense – disse o atacante em entrevista ao portal GE.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Uh vem que tem! Meninas do Flu vencem Inter nos pênaltis e conquistam o Brasileiro Feminino sub-18

Teve emoção! Depois de derrota no tempo regulamentar, meninas do Flu vencem o Internacional nos pênaltis por 7 a 6 e conquistam o título do Brasileiro Feminino Sub-18 nos pênaltis. Destaque da partida, a goleira Ravena defendeu quatro cobranças da equipe Colorada.

Após vitória no primeiro jogo por 2 a 1, Tricolor perdeu a partida da volta por 4 a 1 no Beira-Rio. Como a competição não tem saldo de gols como critério de desempate, a disputa do título ficou para as cobranças de pênalti.

A goleira Ravena, de 16 anos, foi a heroína do título, defendendo quatro pênaltis do Inter e garantindo o primeiro título do Fluminense no futebol feminino em qualquer categoria.

Campanha Tricolor no Brasileiro Sub-18:

  • 13 jogos
  • 8 vitórias
  • 1 empate
  • 4 derrotas
  • 18 gols marcados
  • 11 gols sofridos

Foto: Thais Magalhães/ CBF

Flu inicia melhorias em Xerém; Projeto é de investir até R$ 6 milhões em reformas na estrutura a longo prazo

O Fluminense segue investindo na base. Além das renovações de contrato dos jovens atletas, o clube projeta melhorias na estrutura de Xerém e uma reformulação a longo prazo no CT Vale das Laranjeiras.

O presidente Mário Bittencourt inaugurou algumas melhorias na semana passada, como banheiras de gelo e hidromassagem. Novas obras estão previstas para começar a partir de Abril.

Segundo informações do portal GE, a estimativa é de investir cerca de R$ 6 Milhões a longo prazo na expansão do CT. O projeto de reformulação da estrutura passa por construção de novos vestiários e cabines de imprensa para transmissões de jogos.

Os planos para 2022 são a construção de um prédio perto dos campos para abrigar as partes de fisiologia, fisioterapia, academia, piscina e a pasta administrativa, nos mesmos moldes do CT Carlos Castilho, da equipe profissional, e deixar apenas a área de hotelaria na parte alta, na entrada do CT Vale das Laranjeiras.

Fonte: GE

Foto: Ralff Santos/FFC

Jovem é aprovado em período de testes e reforça a base do Flu

O Fluminense segue ativo no mercado em busca de reforçar seu elenco para a temporada 2021. Porém, o clube segue com os olhos voltados para a base, onde também vem se reforçando.

Buscando encontrar jovens promissores, o Tricolor acertou com o meia-atacante Pedro Careca, de 16 anos. O jogador estava no Galvez-AC, e foi integrado ao elenco aub-17 após ser bem avaliado em um período de testes que realizou em Xerém.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Jornalista destaca a força do Flu: “conseguiu se equipar ao Galo de Sampaoli”

O Fluminense chega na reta final do Brasileirão com grandes chances de terminar entre os quatro melhores times do campeonato, podendo para isso desbancar o São Paulo ou Atlético-MG, ambos à frente do Tricolor por apenas dois pontos.

A campanha vem chamando atenção principalmente pelo investimento do clube, que é bem menor se comparado aos adversários. Além disso, o clube teve que se refazer ao.longo da competição, quando perdeu a base do time tirular, além do técnico Odair Hellmann.

Para se refazer, o clube contou com a força de Xerém não só dentro de campo, como também fora dele, quando apostou em Marcão para seguir comandando a equipe.

A campanha chama atenção da grande mídia, que inclusive já coloca o Flu de Marcão no mesmo patamar que o badalado Atlético-MG de Jorge Sampaoli, como destacou o comentarista Jorge Nicola:

– O Flu tem a melhor base do Brasil! Você duvida? O time tem sido capaz de manter uma equipe competitiva graças aos atletas revelados na categoria. Saíram vários jogadores e a base conseguiu segurar. Graças a base, o Flu conseguiu se equiparar ao Galo de Sampaoli – destacou o jornalista.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Flu contrata meia-atacante de 16 anos do Galvez-AC

Pedro “Careca” viaja ainda nesta terça-feira para o Rio e se apresenta em Xerém durante a semana. Segundo informações do portal GE, o Galvez-AC acertou parceria com uma empresa especializada na profissionalização de jogadores de Natal (RN) no intuito de valorizar a sua base, nesse contexto o atleta veio para o Flu.

– Fizemos uma parceria com um amigo empresário e a partir de agora todos nossos atletas da base podem ser negociados por ele com ganhos futuros para o Galvez – disse o tenente-coronel Edener Franco, presidente do Galvez.

O empresário Lupércio Segundo, responsável pela empresa parceira, apresentou a proposta ao jogador e a família do atleta, e recebeu aval positivo. Pedro chegou ao Galvez no segundo semestre de 2020 para disputa da Copa do Brasil Sub-17.

Foto: Divulgação Galvez EC

Terão oportunidades? Marcão comenta sobre utilização de atacantes da base

Após derrota para o São Paulo no Maracanã por 2 a 1, Marcão foi questionado sobre a utilização dos jovens atacantes John Kennedy e Samuel Granada, muito pedidos por parte da torcida mas que ainda não tiveram oportunidades no time profissional. O treinador, que trabalhou com os dois atletas no Sub-23, disse olhar com carinho para Xerém.

– São garotos valorosos. O Samuel tem jogado direto no sub-23, é um processo que temos que respeitar com o clube e com Xerém. O John vem treinando mais no sub-20, mas está bem perto de nós. Estamos olhado com carinho. Gosto demais desses jogadores, além do Matheus Pato. São jogadores que trabalham bastante e estão mostrando que daqui a pouco eles podem estar, sim, juntos com o nosso plantel profissional. – comentou Marcão.

Marcão também comentou sobre os volantes da base Nascimento e Martinelli, além da justificativa por ter deixado André de fora da lista dos relacionados.

– A gente aproveitou. O André é um grande menino, um grande jogador. Hoje fiz opção pelo Martinelli e pelo Nascimento. O Martinelli já jogou, e o Nascimento também vinha mostrando o potencial dele. Fizemos uma opção. São meninos valorosos, que vão ajudar bastante o Fluminense. Em alguns momentos temos que fazer as nossas escolhas. – completou o treinador.

Foto: Maílson Santana/ FFC

Polícia resgata jovens mantidos em cárcere privado e Fluminense recebe grupo para peneira

Uma operação realizada pela Polícia Civil resgatou 13 jovens mantidos em cárcere privado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Segundo as investigações, eles vieram de estados como: Alagoas, Paraná, Amazonas e Paraíba com a promessa de que seriam treinados para jogar em clubes de futebol no Rio. Contudo, os jovens ficavam em um local que não possuiu nenhuma estrutura profissional e nem autorização de órgão público para funcionar.

Ao saber da notícia, o Fluminense, que tem sua base, em Xerém, afirmou que vai abrigar os 13 jovens e, depois de uma testagem para Covid-19, vai colocá-los para treinar e fazer testes no clube.

A polícia apontou ainda que os pais dos menores pagavam cerca de R$ 500 achando que os filhos teriam uma preparação para jogar futebol no Rio de Janeiro.

Jorge Valnei dos Santos, responsável pelas crianças, foi preso em flagrante e entre os crimes investigados, segundo o delegado, estão a supressão de documentos, cárcere privado e estelionato.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fonte: RJ1