fbpx

Celso inicia conversas para renovação de Allan e Caio Henrique, mas vê Yony ‘sem muito interesse’ em seguir no Flu

Vice-geral do Tricolor carioca também comentou sobre uma possível compra do zagueiro Nino junto ao Criciúma

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (18), o presidente Mário Bittencourt concedeu entrevista coletiva para falar sobre os 100 dias da nova gestão. Ao seu lado esteve Celso Barros, vice-geral do Fluminense, que comentou sobre os assuntos relacionados a futebol, principalmente a renovação de atletas. Em foco, o colombiano Yony González.

Um dos principais nomes do Tricolor nesta temporada, o atacante e o clube seguem conversando sobre uma possível extensão de vínculo. Porém, Celso demonstrou pessimismo quanto ao futuro de Yony com a camisa verde, branca e grená. Vale lembrar que o jogador veio para o Fluminense sem custo algum.

“Fizemos uma proposta para o Yony, conversamos com o pai dele. Ele não demonstra muito interesse em permanecer. Como veio sem custos, a gente fez uma proposta até parcelando uma eventual compra dos direitos, mas ele não deu resposta”.

Perguntado sobre Allan e Caio Henrique, que estão emprestados até o final da temporada, o vice-geral mudou de tom e relatou que existe sim a possibilidade de ambos continuarem no clube em 2020.

Foto: Lucas Merçon / FFC

“O Allan tem um representante no Brasil e estamos conversando. O Caio Henrique é representado pelo Deco (ex-jogador do clube), que tem um ótimo relacionamento conosco. As conversas estão ocorrendo e há chance de eles ficarem com a gente no ano que vem. O Daniel estamos esperando a documentação”.

Por fim, Celso Barros comentou a situação de Nino, também emprestado até o fim do ano. Para manter o atleta, que pertence ao Criciúma, o Fluminense precisa pagar R$ 5 milhões ao time catarinense.

“O Nino tem uma cláusula de compra de R$ 5 milhões por 50% e é um jogador que interessa. Vamos conversar com o Criciúma”.

Fernando Diniz devolveu ao elenco “alegria em campo” e “vontade de jogar”, dizem jogadores

Fernando Diniz encerrou seu ciclo como técnico do Fluminense na manhã dessa segunda-feira, ao ser avisado da demissão. Na reapresentação depois da derrota por 1 a 0 para o CSA, ele apareceu no Centro de Treinamento, na Barra da Tijuca, para se despedir do elenco.

O discurso ganhou tom emotivo e comoveu os jogadores, especialmente os mais jovens. Miguel, Marcos Paulo e João Pedro, destaques da temporada, foram lançados por Diniz. O treinador pediu esperança e elogiou o presidente Mário Bittencourt.

Marcão, que assume o cargo interinamente, comandou o primeiro treino de olho em jogo das quarta-de-final da Sul-Americana, contra o Corinthians, quinta-feira, em São Paulo. Abel Braga é o plano A da diretoria.

Nas redes sociais, vários integrantes do plantel publicaram agradecimentos a Fernando Diniz. Chamaram a atenção as mensagens de Yony González e Caio Henrique, que disseram que o comandante os devolveu a alegria e a vontade de jogar. Acompanhe:




Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Interesse oficial: Atlético Mineiro formaliza proposta por Yony Gonzalez

Foto: Divulgação/FFC

Um dos nomes de destaque na atual temporada do Fluminense, o atacante Yony Gonzalez ainda segue com seu futuro incerto.

Com contrato até o final de 2019 com o Tricolor, o atacante têm despertado interesse de diversos clubes, nos quais estariam: Palmeiras, Corinthians, Grêmio e Atlético Mineiro.

Dos quatro, apenas o Galo demonstrou interesse real no atacante, chegando inclusive a formalizar uma proposta oficial por Speed.

Como o contrato de Yony com o Fluminense se encerrando no final do ano, o jogador poderia assinar um pré contrato com qualquer outra equipe.

Vale destacar que o Fluminense já se reuniu com representantes do jogador para tentar a extensão do vínculo.

Além dos clubes brasileiros, Fluminense pode ter concorrência europeia por Yony

Divulgação/FFC

Além dos possíveis interesses de Atlético Mineiro e Palmeiras em Yony Gonzalez, o Fluminense pode ter outro grande concorrente: o Porto, de Portugal.

Eliminado ainda na fase eliminatória da Champions League, o clube português busca no mercado um atacante com as características de Yony Gonzalez e contaria com o apoio de seu parceiro, o banco BMG, para sacramentar o negócio.

O possível interesse do Porto foi revelado pelo jornalista Carlos Henrique Sartori, que publicou a notícia em seu blog no Fox Sports.

Sartori no entanto, não revelou se o interesse do clube português é de contar com o atacante de imediato ou só em janeiro, quando termina o seu atual vínculo com o Fluminense.

Como tem menos de seis meses de contrato em vigência, Yony já poderia assinar um pré contrato com qualquer outra equipe, indo a custo zero, sem que o Tricolor arrecadasse qualquer quantia pela transferência.

Vice geral, Celso Barros se mostra otimista com permanência de Yony no Flu

Dirigentes do Fluminense, entre eles o vice geral, Celso Barros e diretor de futebol, Paulo Angione, se reuniram na manhã desta quinta-feira (15) com o pai e o estafe de Yony Gonzáles.

De acordo com as palavras de Celso Barros, a torcida pode ficar animada por um final feliz. Isso porque, o dirigente classificou a reunião como: “positiva”.

– Foi uma boa reunião. Encaminhamos para eles uma proposta do Fluminense, eles ficaram de estudar e dar uma resposta em breve – disse Barros.

Vale destacar que Yony Gonzáles tem contrato só até o final do ano com o clube das Laranjeiras e, com isso, já pode assinar um pré contrato com qualquer outra equipe.

Vale destacar ainda que essa já é a terceira tentativa de renovação com Yony, sendo uma feita pela antiga gestão que tinha como presidente Pedro Abad, e outra pela atual diretoria a comando de Mário Bittencourt. Em ambas, o atleta recusou as ofertas.

O estafe do jogador pede um valor que beira os R$4 milhões, valor bem acima do que oferecido pelo clube nas outras tratativas. O Tricolor no entanto já teria concordado em pagar o valor pedido, faltando apenas alinhavar como seria feito esse pagamento. Enquanto o Flu pretende parcelar, os representantes do jogador pedem a quantia à vista.

Reunião nesta quinta-feira pode selar permanência de Yony no Fluminense

Foto: André Durão/Globoesporte.com

Um dos principais, se não o principal nome do Fluminense nesse período pós Copa América, o atacante colombiano Yony Gonzáles, já preocupa grande parte do torcedor Tricolor a cerca de seu futuro. Isso porque, o jogador tem contrato com o Flu só até dezembro deste ano e já despertou interesse de outros clubes em seu futebol.

Temendo perder o atacante que já pode assinar um pré contrato com qualquer equipe, o Fluminense tenta a renovação do atleta, que teria pedido cerca de R$4 milhões para estender o atual vínculo com o Tricolor, que já admite pagar a quantia, mas de forma parcelada.

Sem empresário, o colombiano chegou a ter uma conversa com a cúpula de futebol do Fluzão no início da semana, mas o próprio jogador pediu para aguardarem a chegada de seu pai da Colômbia, onde realizou uma cirurgia.

De acordo com o jornal O Globo, a reunião entre a cúpula de futebol do Fluminense, incluindo o presidente Mário Bittencourt e o vice geral Celso Barros, juntamente do atacante acompanhado de seu pai, deve ser realizada ainda nesta quinta-feira (15).

O que parecia mais difícil há um tempo atrás mudou de quadro e a possibilidade de um acerto entre as partes é tratada com otimismo.

Com Atlético-MG na cola, Fluminense insiste em renovação com Yony González

Yony González interessa ao Atlético-MG, próximo adversário do Fluminense no Brasileirão, sábado, no Independência. O artilheiro do clube em 2019, com 15 gols marcados, encerra em dezembro o vínculo com o Tricolor, o que o deixa livre para assinar pré-contrato.

Após insucesso na primeira tentativa de renovação, a diretoria das Laranjeiras aguarda a chegada do empresário do colombiano no Rio de Janeiro para apresentar mais uma proposta. Por enquanto, nenhum clube possivelmente interessado enviou investidas oficiais. Todavia, o Galo pretende fazê-lo nos próximos dias.

Negociado para o Grêmio em transação que rendeu R$ 1,4 milhão aos cofres tricolores, Luciano quase fechou com o Atlético-MG. Se acertar com o time mineiro, Yony vai reencontrar Chará, com quem chegou à semifinal da Sul-Americana pelo Junior Barranquilla, em 2017. Conhecido como “Speedy”, o goleador desconversou, em 24 de julho, sobre seu futuro.

– Estou tranquilo. Estou feliz no Rio, feliz no Fluminense. Minha família também está feliz. Estou pensando em jogar, seguir fazendo gols pelo Fluminense. Para falar de minha situação é diretoria com meu empresário –

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Com mais um gol pra conta, Yony assume artilharia no Flu

Foto: Lucas Merçon/FFC

O atacante Yony Gonzalez se transformou na grande figura do Fluminense pós Copa América, marcando gols importantes e decisivos para o Fluminense.

Os números transformaram Yony no principal nome do ataque Tricolor: em 5 partidas o colombiano balançou as redes em cinco oportunidades, passando em branco apenas no empate por 1 a 1 contra o Ceará.

A fase goleadora transformou o jogador no principal artilheiro da equipe na temporada ao lado de Luciano – que se transferiu para o Grêmio, com 15 gols. Logo na sequência, vem João Pedro, com nove tentos marcados.

Yony González supera seca pré-Copa América e se iguala a ex-companheiro na artilharia do Fluminense em 2019

Vivendo fase artilheira no Fluminense, Yony González marcou de cabeça seu 15º gol em 2019, no 2 a 1 sobre o Internacional, sábado, no Maracanã. Assim, o colombiano se iguala a Luciano, que saiu para o Grêmio, no topo da lista de goleadores do clube carioca na temporada. É a volta por cima de quem vinha de seca de dois meses seguidos sem balançar as redes.

– Está vivendo um grande momento. O melhor dele no ano. É um jogador que tem muita condição física, tem boa técnica… Hoje, de maneira especial, coletivamente, foi quase perfeito. Ajudou a marcar o tempo todo, deu opções de movimentos muito interessantes, fez gol, participou de outras jogadas… Fez uma partida muito boa. Merece todos os elogios – disse Fernando Diniz depois de vencer o Colorado.

Após começo de ano arrasador, Yony viu o faro de gol falhar no fim do primeiro semestre. Por outro lado, no retorno da parada para a Copa América, só não deixou sua marca em um dos cinco jogos em que atuou (não enfrentou o Vasco por dores na coxa direita). Considerando suas passagens por Junior Barranquilla e Envigado, o atacante nunca havia anotado tantos tentos.


Yony González no pós-Copa América:

  • Ceará:
  • Peñarol: ⚽⚽
  • São Paulo:
  • Peñarol:
  • Internacional:

O bom momento, naturalmente, desperta interesse de rivais brasileiros. Em busca de valorização, o jogador de 25 anos não deve economizar na pedida para renovar com o Tricolor, com quem tem contrato apenas até dezembro.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Autor do segundo gol, Yony González afirma: “Estou vivendo o melhor momento da minha carreira”

Depois de passar por uma ‘seca’ incômoda, colombiano balançou as redes pela quarta vez em três jogos

Foto: Lucas Merçon / FFC

Na noite desta última terça, o Fluminense venceu o Peñarol por 3 a 1 no Maracanã e, com 5 a 2 no placar agregado, eliminou a equipe uruguaia e avançou para as quartas de final da Copa Sul-Americana. Autor do segundo gol do Tricolor na partida após uma assistência incrível de Pedro, Yony González comemorou a classificação e agradeceu o apoio da torcida, que fez uma belíssima festa nas arquibancadas e empurrou a equipe durante os 90 minutos de partida.

“Estou vivendo o melhor momento de minha carreira. Muito feliz pelo apoio da torcida e pela classificação. Acho que estamos passado por um momento ruim no Brasileiro, mas a torcida sonha com o título desse campeonato (Sul-Americana). Temos que melhorar no Brasileiro para equilibrar a felicidade da torcida. Estamos trabalhando para melhorar a cada dia. Todos times são fortes, agora é descansar e esperar o adversário. Vai ser difícil, mas o Fluminense vai estar preparado”.

Essa foi a quarta vez que o colombiano balançou as redes nos últimos três jogos. Um dos destaques do clube das Laranjeiras em gols e assistências nessa temporada, o atacante sofreu com um incômodo jejum, mas parece ter reencontrado o futebol que o fez ser decisivo para o Fluminense em outras oportunidades.

Top