fbpx

Segundo jornal, Yony já teria decidido seu futuro para 2020

Foto: Alexandre Durão/Código19

Uma das novelas em Laranjeiras estaria perto do fim. Yony Gonzalez, um dos destaques do Tricolor na temporada já teria assinado um pré contrato para atuar no Benfica, de Portugal em 2020.

A informação foi passada pelo jornal lusitano Record, que ainda informou que o contrato entre o jogador e os Águias, seria de quatro temporadas em meia.

Artilheiro do Fluminense em 2019, com 16 gols, Yony teria despertado o interesse de diversos clubes no Brasil, entre eles Palmeiras e Atlético Mineiro. O Porto, também de Portugal chegou a ser cogitado como um possível destino do atacante que já havia sinalizado que não renovaria com o Fluzão.

Artilheiro do Flu, Yony Gonzalez é o segundo jogador que mais finaliza no Brasileirão

Foto: Lucas Merçon/FFC

Artilheiro do Fluminense no ano, com 16 gols marcados, Yony Gonzalez é o segundo jogador que mais finaliza no Campeonato Brasileiro, com 78 chances criadas.

Porém, a maioria das chances do atacante não são no alvo. Nas últimas 54 finalizações apenas uma terminou em gol.

Se contar os gols marcados apenas no Campeonato Brasileiro, o atacante encontra-se apenas na 21° colocação dos artilheiros, com apenas cinco gols marcados. O que significa que o atacante precisa de uma média de mais de 15 finalizações para fazer um gol.

Embora o número ainda esteja baixo, o cinco gols deixam Yony como principal artilheiro do Fluzão na competição ao lado de Pedro, negociado com a Fiorentina, mas que deixou o clube com os mesmos cinco gols marcados.

Fonte: Footstats

Ainda sem acordo para renovação, Yony dificilmente ficará no Flu em 2020

Foto: André Fabiano/Gazeta Express

Artilheiro do Fluminense no ano, o atacante Yony Gonzalez dificilmente permanecerá no clube das Laranjeiras em 2020.

O jogador que tem contrato com o Tricolor até o final de 2019, teria pedido cerca de R$4 milhões à vista para renovar com o clube verde, branco e grená. Pedida considerada alta pela diretoria, visto a atual situação econômica do clube.

Além disso, Yony já teria confessado a amigos próximos o incômodo com os seguidos atrasos salariais.

Apesar do mau momento vivido, o colombiano é tudo como peça chave do atual elenco e titular absoluto do time.

Fonte: Netflu

Artilheiro do Flu, Yony é top tive em finalizações no Brasileirão

Foto: Lucas Merçon/FFC

Artilheiro isolado do Fluminense no ano, com 16 gols marcados, Yony Gonzales também é o artilheiro do Tricolor no Brasileirão, com cinco gols, dividindo a artilharia do clube na competição, com Pedro, que já se transferiu para a Fiorentina, da Itália.

Além da fase goleadora, Yony vem se destacando pelos números de finalizações, figurando no top tive do Campeonato, atrás de jogadores como Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e Dudu, que disputam o topo da tabela.

O líder do ranking no entanto, é Everaldo, que disputa o Campeonato pela Chapecoense, atualmente na lanterna da competição.

Veja a lista com os cinco maiores finalizadores do Brasileirão 19:

1 – Everaldo (Chapecoense) – 65

2 – Bruno Henrique (Flamengo) – 64

3 – Gabriel Barbosa (Flamengo) – 58

4 – Dudu (Palmeiras) – 56

5 – Yony Gonzalez (Fluminense) – 56

Fim de jejum, artilharia e acesso a ranking de maiores goleadores estrangeiros do Fluminense: o que gol contra Bota representa para Yony

Yony González superou a seca de dois meses (ou onze duelos) sem marcar e, no domingo, deu ao Fluminense os três pontos sobre o Botafogo com gol de cabeça, após passe de Gilberto. A bola na rede no Clássico Vovô no Nilton Santos se tornou a 16ª em 48 jogos pelo Tricolor e pôs o colombiano em 10º lugar no ranking de maiores artilheiros estrangeiros do clube. Ele rapidamente pode ultrapassar o 9º colocado, Petkovic, com somente dois gols a mais.

Com menos de um ano de casa, Yony é quem mais anotou gols e distribuiu assistências (8) pelo Time de Guerreiros em 2019. Além disso, permanece no posto de gringo mais goleador da temporada no Brasil.

— O rendimento dele melhorou. Ele sentiu uma dificuldade, conversou comigo e procuramos ajudar, deixar mais perto do gol adversário. Ele tem uma excelente movimentação. Está mais leve, animado, feliz. Estamos vendo o Yony que começamos a ver lá atrás. Tem que manter a sequência e a motivação — explicou o técnico Marcão, em entrevista na rodada passada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense vence Botafogo com gol de Yony González e respira na briga contra o rebaixamento

Na estreia de Marcão como técnico oficial, o Fluminense venceu o Botafogo no Nilton Santos, por 1 a 0, com gol de Yony González, de cabeça, aos 34′ de um primeiro tempo de pouquíssimas chances para ambos os lados. O colombiano, servido por cruzamento de Gilberto, deu fim a jejum de dois meses sem marcar – desde o triunfo por 2 a 1 sobre o Internacional, no Maracanã – e comemorou se “limpando” da “zica”.

— Gol importante para mim, Yony e equipe inteira. É sempre importante ganhar um clássico. Aumenta a moral do time e da torcida — disse Gilberto, no intervalo.

Na segunda etapa, o Tricolor construiu boas jogadas em contra-ataques. Wellington Nem e João Pedro, no fim, chegaram a ficar cara a cara com o goleiro Gatito Fernandéz, mas não liquidaram o Clássico Vovô. O arqueiro alvinegro, inclusive, ainda precisou trabalhar quando Yony finalizou após tirar o zagueiro Gabriel para dançar dentro da área.

Embora estivesse bastante presente no campo do Time de Guerreiros, o rival pouco ameaçou Muriel. Ele, porém, entrou em ação para espalmar cabeçada perigosa de Rodrigo Pimpão, num momento de maior pressão.

O resultado leva o clube das Laranjeiras à 15ª colocação, com 25 pontos – momentaneamente, cinco acima do Z-4, cujo primeiro integrante é o Cruzeiro, próximo adversário, quarta-feira, no Mineirão.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Em coletiva, Angioni explica sobre a situação de Yony no Flu

Foto: Divulgação/FFC

O diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni participou da coletiva na tarde desta sexta-feira (4), quando elucidou alguns pontos do atual momento do Tricolor.

Além de confirmar a efetivação de Marcão como novo treinador, Angioni falou sobre a situação de Yony Gonzalez, jogador que tem contrato com o Flu até o final de ano e, negocia a renovação do vínculo com o clube.

De acordo com o dirigente, o Flu já fez sua parte e fica agora na espera de uma resposta do jogador e seu estafe:

– Não tem avanço nenhum. Fizemos uma proposta, ele não respondeu ainda. O pai dele, quando esteve aqui, disse que queria resolver mais próximo do final do ano – revelou Angioni.

Vale destacar que recentemente, o vice geral do clube, Celso Barros, informou em coletiva queno colombiano dificilmente seguirá no tricolor para a próxima temporada

Artilheiro do Fluminense no ano, Yony González completa jejum de nove jogos

Última vez que o colombiano balançou as redes foi contra o Internacional, no dia 3 de agosto

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nenhum jogador se salvou na derrota por 3 a 0 para o Goiás no Serra Dourada. Com uma atuação muito abaixo da crítica o Fluminense não produziu e foi facilmente atacado pelo Esmeraldino, que tinha a pior campanha entre os clubes da Série A após a parada para a Copa América. Além do resultado ruim, o massacre goiano aumentou mais ainda o jejum de Yony González, que já não marca um gol há 923 minutos.

Um dos principais nomes do Tricolor nesta temporada, o colombiano já não balança as redes há nove jogos. A última vez foi na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional no dia 3 de agosto, no Maracanã. Desde então, o atacante caiu de produção e vem vivendo um imbróglio em relação a sua renovação com o clube. O jogador já tem propostas de clubes do Brasil e do exterior para o ano que vem.

Vale lembrar que Yony González é o artilheiro do Fluminense ano ano. Ao lado de Luciano, que atualmente joga no Grêmio, o colombiano marcou 15 gols. Desde a chegada de Oswaldo de Oliveira, o atacante não conseguiu repetir as boas atuações da época de Fernando Diniz. Contra o Santos, na próxima quinta (26), Yony terá mais uma chance de quebrar esse incômodo jejum e se isolar de vez na artilharia.

Celso inicia conversas para renovação de Allan e Caio Henrique, mas vê Yony ‘sem muito interesse’ em seguir no Flu

Vice-geral do Tricolor carioca também comentou sobre uma possível compra do zagueiro Nino junto ao Criciúma

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (18), o presidente Mário Bittencourt concedeu entrevista coletiva para falar sobre os 100 dias da nova gestão. Ao seu lado esteve Celso Barros, vice-geral do Fluminense, que comentou sobre os assuntos relacionados a futebol, principalmente a renovação de atletas. Em foco, o colombiano Yony González.

Um dos principais nomes do Tricolor nesta temporada, o atacante e o clube seguem conversando sobre uma possível extensão de vínculo. Porém, Celso demonstrou pessimismo quanto ao futuro de Yony com a camisa verde, branca e grená. Vale lembrar que o jogador veio para o Fluminense sem custo algum.

“Fizemos uma proposta para o Yony, conversamos com o pai dele. Ele não demonstra muito interesse em permanecer. Como veio sem custos, a gente fez uma proposta até parcelando uma eventual compra dos direitos, mas ele não deu resposta”.

Perguntado sobre Allan e Caio Henrique, que estão emprestados até o final da temporada, o vice-geral mudou de tom e relatou que existe sim a possibilidade de ambos continuarem no clube em 2020.

Foto: Lucas Merçon / FFC

“O Allan tem um representante no Brasil e estamos conversando. O Caio Henrique é representado pelo Deco (ex-jogador do clube), que tem um ótimo relacionamento conosco. As conversas estão ocorrendo e há chance de eles ficarem com a gente no ano que vem. O Daniel estamos esperando a documentação”.

Por fim, Celso Barros comentou a situação de Nino, também emprestado até o fim do ano. Para manter o atleta, que pertence ao Criciúma, o Fluminense precisa pagar R$ 5 milhões ao time catarinense.

“O Nino tem uma cláusula de compra de R$ 5 milhões por 50% e é um jogador que interessa. Vamos conversar com o Criciúma”.

Fernando Diniz devolveu ao elenco “alegria em campo” e “vontade de jogar”, dizem jogadores

Fernando Diniz encerrou seu ciclo como técnico do Fluminense na manhã dessa segunda-feira, ao ser avisado da demissão. Na reapresentação depois da derrota por 1 a 0 para o CSA, ele apareceu no Centro de Treinamento, na Barra da Tijuca, para se despedir do elenco.

O discurso ganhou tom emotivo e comoveu os jogadores, especialmente os mais jovens. Miguel, Marcos Paulo e João Pedro, destaques da temporada, foram lançados por Diniz. O treinador pediu esperança e elogiou o presidente Mário Bittencourt.

Marcão, que assume o cargo interinamente, comandou o primeiro treino de olho em jogo das quarta-de-final da Sul-Americana, contra o Corinthians, quinta-feira, em São Paulo. Abel Braga é o plano A da diretoria.

Nas redes sociais, vários integrantes do plantel publicaram agradecimentos a Fernando Diniz. Chamaram a atenção as mensagens de Yony González e Caio Henrique, que disseram que o comandante os devolveu a alegria e a vontade de jogar. Acompanhe:




Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top