fbpx

Everaldo elogia postura do Fluminense e festeja vitória pela Sul-Americana: “Classificação muito importante”

Foto: Lucas Merçon / FFC

Yony González, autor das duas assistências para os gols, também falou após o término do duelo

Nesta última quinta (21), o Fluminense foi até o Chile para enfrentar o Antofagasta pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Após empatar em 0 a 0 em pleno Maracanã, o Tricolor mostrou personalidade, superou os erros individuais e saiu de campo com uma vitória importantíssima por 2 a 1 sobre os donos da casa. Principal nome da partida e da classificação, Everaldo, que além de marcar o primeiro gol foi essencial na construção da jogada do segundo, comemorou a classificação para a segunda fase da competição e disse que esperava uma partida complicada e tensa.

Esperávamos as dificuldades, não seria um jogo fácil. Com o apoio do torcedor, viriam para cima. Suportamos a pressão e fizemos os gols na hora certa para conseguir a classificação”, disse.

“Conseguimos classificar, uma classificação muito importante. Sabíamos que não seria fácil. Agora é voltar para o Brasil, descansar e disputar o clássico no domingo. Feliz demais pela classificação“, concluiu.

Além de Everaldo, Yony González, outro jogador que foi crucial na conquista da vaga também falou sobre a importância de entrar ligado e se doar 100% dentro de campo. O colombiano deixou o gramado do Estádio Regional de Antofagasta com duas assistências, além de algumas oportunidades criadas que poderiam ter resultado em gol.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Tive a oportunidade de jogar vários torneios internacionais. É um torneio difícil. Todas as equipes se preparam. Tem que dar tudo no campo, ninguém ganha nada no campo. Fizemos isso desde o primeiro minuto e conseguimos e resultado. A equipe está feliz por isso“, afirmou.

O Fluminense volta ao Rio de Janeiro para se preparar para o clássico contra o Flamengo, no próximo domingo (24), às 16h (de Brasília), no Maracanã. Devido ao desgaste da sequência de jogos disputados, Fernando Diniz não descarta poupar atletas para o duelo, válido pela última rodada da Taça Rio. Já classificado para às semis da competição, o Tricolor das Laranjeiras necessita de uma vitória para também garantir vaga nas semifinais do Campeonato Carioca sem depender de outros resultados ou de um possível título do segundo turno.

Em jejum de gols, Yony não se abala e comemora apoio dos tricolores: “Foi algo sonhado”

Yony González precisou de pouco tempo para se tornar um dos personagens preferidos dos tricolores. Com gols, boas atuações e carisma, construiu um início arrasador e ganhou até música, em referência à sua nacionalidade. Todavia, o colombiano encontrou no caminho uma seca de gols que dura seis jogos; ainda assim, diz não se abalar.

– Fazer gol é sempre importante, mas estou feliz porque estou jogando, estou ajudando a equipe com assistências quando não consigo fazer gol. Sigo trabalhando. Vem partidas importantes e espero contribuir com gols.

O jogador vem se posicionando como centroavante, função que pertence a Pedro, lesionado. Por isso, inclusive, deve haver uma pressão por gols. Na volta do camisa 9, prevista para abril, existe a expectativa por uma futura concorrência. Por outro lado, Yony entende que seu lugar é pelas pontas.

– Pedro é um grande jogador. Grande centroavante. No momento, estou jogando de centroavante, mas não é a minha posição habitual. Em Junior Barranquilla, eu jogava mais pelas pontas. O professor vai buscar pôr os melhores sempre. Espero que Pedro volte rápido. É um jogador que a equipe precisa. Vou seguir trabalhando para ajudar a equipe.

Nem a confiança do atacante e nem sua relação com os torcedores foram estremecidas por conta do jejum. A próxima oportunidade de voltar a balançar a rede é na tarde desta sexta-feira, em jogo contra o Resende, em Moça Bonita.

– A sintonia com a torcida e com as pessoas próximas ao Fluminense é muito boa. Foi algo sonhado. Quando fiz os gols foi bom dar alegria para as pessoas. Espero marcar muitos gols e espero que a torcida do Fluminense continue apoiando – destacou.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Fluminense negocia renovação e compra do passe de Yony González

Uma das sensações neste início de ano, Yony González conquistou a torcida e a diretoria em apenas seis jogos. Marcou quatro gols e ainda anotou duas assistências, sendo uma, inclusive, no Fla-Flu que levou o Fluminense à final da Taça Guanabara.

Contratado após deixar o Junior Barranquila, o colombiano assinou até dezembro. A ideia nas Laranjeiras é ampliar o vínculo e adquirir uma maior porcentagem do passe, que é, hoje, dividido em 90% para o jogador e 10% para o Fluminense.

A negociação, que busca acordo por um valor para que o contrato seja ampliado, está em fase de conversas com o empresário de Yony. O cenário é desfavorável ao Tricolor, que enfrenta crise financeira e, assim, precisa encontrar alternativas para segurar o camisa 11.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Com Digão e Yony em Brasília, Diniz considera escalar força máxima em clássico contra o Vasco

No sábado, o Mané Garrincha sedia o clássico entre Fluminense e Vasco, que decidem o primeiro lugar no grupo B da Taça Guanabara. O líder ganha a vantagem do empate e pegará um clube pequeno na semifinal, marcada para o dia 10.

Na chegada a Brasília, o técnico Fernando Diniz disse que considera escalar força máxima para o jogo. Ele, porém, não revelou se haverá jogadores poupados, tampouco a escalação que mandará a campo. 

A novidade entre os relacionados é Digão, que não atua desde a estreia na temporada, frente ao Volta Redonda, em razão de um estiramento na coxa direita.

— Podemos repetir a escalação, podemos poupar jogadores. Vamos conversar internamente com todos os departamentos envolvidos e depois tomar a melhor decisão. Mas os dois cenários são possíveis. Ainda não sei o que faremos – disse o treinador, na quarta-feira.

Com desgaste muscular, Yony González era dúvida, mas deve começar jogando. Ele havia sentido dores na perna esquerda, região da virilha, na goleada sobre o Americano. O problema persistiu contra Portuguesa e Madureira. Mesmo com dois amarelos, Airton também deve ser escalado.

A delegação viajou completa nesta sexta-feira, inclusive com possíveis desfalques no fim de semana, uma vez que o Fluminense não volta ao Rio após duelar com o rival. A próxima parada é o Piauí, onde a equipe encara, na terça-feira, o River, pela primeira fase da Copa do Brasil. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.


Regularizado, Yony González estreará em jogo contra o Americano

Na véspera da segunda rodada da Taça Guanabara, contra o Americano, o Fluminense conseguiu suspender a decisão judicial que impedia o registro de jogadores na FERJ e CBF. Os contratos foram publicados assim que saiu a liminar favorável aos tricolores. 

Assim, o grupo que viaja a Saquarema ganha mais seis membros: Yony González, Marlon, Mateus Gonçalves, Caio Henrique, Luiz Fernando e Nathan Ribeiro. O primeiro, inclusive, estreará nesta quinta-feira, na vaga  de Marquinhos Calazans.

Yony González deve estrear pelo Fluminense nesta quinta-feira. (Foto: Lucas Merçon)

Curado de uma amigdalite, Bruno Silva voltou a treinar com os companheiros e também pode fazer, neste meio de semana, a sua primeira partida pelo novo clube.

Marlon, que havia assumido a lateral-esquerda durante a pré-temporada, deve começar entre os reservas. Mascarenhas agradou a Fernando Diniz no empate em 1 a 1 com o Volta Redonda, sábado, e terá mais uma chance na equipe.

Digão é o principal desfalque de Fernando Diniz. Deixou o primeiro jogo do ano com um estiramento na coxa direita e ainda não sabe quando retornará aos gramados. Dessa maneira, Matheus Ferraz deve comandar a zaga, ao lado de Ibañez.

Além do zagueiro, Dodi, com um edema na coxa direita, e Igor Julião, com um pequeno problema no joelho direito, não serão relacionados. 


Provável escalação: Rodolfo, Ezequiel, Ibañez, Matheus Ferraz e Mascarenhas; Airton, Bruno Silva e Daniel; Luciano, Yony González e Everaldo.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top