fbpx

Fluminense confirma mais quatro casos de Covid-19

O Fluminense confirmou na noite desta quinta-feira (26) mais quatro casos de Covid-19 no elenco, quando o goleiro Muriel, Danilo Barcelos e Yuri testaram positivo. O jovem Guilherme, lateral que atua no sub-23, também testou positivo.

Muriel e Yuri já haviam sido afastado do elenco por estarem com suspeita de terem contraído o vírus, e sequer treinaram com o elenco nesta tarde.

Danilo Barcelos no entanto participou da atividade e foi colocado em isolamento assim que teve o exame confirmado, assim como Muriel, Yuri e Guilherme.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Para Yuri sequencia negativa do Flu se deu por ‘detalhes’

Em coletiva dada, nesta sexta-feira (11), no CT Carlos Castilho, o volante falou sobre os fatores determinantes nos últimos três confrontos, onde o Fluminense perdeu dois e empatou um.

Para Yuri, foram por detalhes que o Flu não conseguiu obter resultados melhores e destacou que agora é buscar a recuperação do campeonato.

– A gente estava vindo de uma sequência boa e por detalhes nesses três últimos jogos não conseguimos o resultado. Mas é o que o Odair sempre fala, não é nos resultados bons que acharemos que está tudo certo e nos resultados ruins que acharemos que está tudo errado. A gente vem trabalhando, buscando melhorar sempre e vamos procurar focar nesses detalhes, nesses vacilos, principalmente no começo dos jogos para não perder esses pontos bobos.

Foto: Reprodução FluTV

Após ser dúvida, Yuri deve estar à disposição contra o Vasco

O volante que vinha com incômodo depois de uma pancada sofrida na vitória sobre o Figueirense, por 3 a 0, pela Copa do Brasil, foi avaliado nesta quinta-feira (27) e não precisou passar por exames, descartando a possibilidade de lesão.

Com isso, a presença de Yuri no clássico contra o Vasco, neste sábado (29), às 19h00, é praticamente certa. O duelo válido pela 6° rodada do Brasileirão será no Maracanã, com mando do Tricolor.

Fonte: Thiago Lima / ge.globo
Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Fluminense divulga lista de relacionados com as voltas de Digão e Yuri

O Fluminense enfrenta o Internacional neste domingo (16), às 18h, no estádio do Maracanã, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Para o confronto o técnico Odair Hellmann terá a disposição dois retornos: Digão e Yuri.

Os jogadores que estavam fora da equipe por conta de uma lesão muscular, participaram normalmente dos últimos treinamentos ficam a disposição do treinador para o jogo. No entanto, a tendência é que iniciem no banco de reservas.

Matheus Ferraz, que chegou a participar das atividades, segue de fora, assim como Hudson, que ainda está no trabalho de transição. boa devem ficar a disposição para a próxima rodada.

De acordo com as formações testadas pelo treinador nas últimas atividades, o time que inicia a partida deve ser o mesmo que iniciou o jogo contra o Palmeiras, com a entrada de Marcos Paulo no lugar de Fred, contundido.

Dessa forma, o Fluminense deve iniciar a partida com a seguinte escalação: Muriel, Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Egídio; Dodi, Yago, Michel Araújo; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Digão, Ferraz e Yuri participam de treino e podem voltar ao time contra o Inter

O Fluminense treinou na manhã desta sexta-feira (14) visando a partida contra o Internacional, jogo valido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, domingo (16), às 18h, no estádio do Maracanã.

Na atividade, o técnico Odair Hellmann teve os retornos dos zagueiros Digão e Matheus Ferraz, além do volante Yuri, todos desfalque na última panrtida contra o Palmeiras por lesão. O trio deve participar novamente do treinamento deste sábado (15), e se não apresentarem nenhum incômodo, ficarão a disposição do treinador.

Hudson, que deu voltas em torno do gramado na última quinta-feira (13) não participou da atividade desta sexta-feira (14), porém, existe a espectativa da ida do atleta ao campo no sábado (15) e se participar normalmente do treinamento, também deverá ser confirmado para o jogo.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fluminense divulga lista de relacionados com mais um desfalque para enfrentar o Palmeiras

O Fluminense enfrenta o Palmeiras na noite desta quarta-feira (12), no estádio do Maracanã, às 21h e 30. Para a partida, o técnico Odair Hellmann “ganhou” mais um desfalque: o volante Yuri.

O jogador que foi titular na partida contra o Grêmio já havia sido poupado da atividade na última terça-feira (11), por sentir dores no púbis, não se recuperou e desfalca o tricolor ante o Palmeiras.

Michel Araujo que substitui Yuri no treinamento é mais cotado para ficar com a vaga. Hudson, Digão e Matheus Ferraz, não se recuperaram e também desfalcam a equipe.

Desta forma, o Fluzão deve iniciar a partida com a seguinte escalação: Muriel; Igor Julião, Luccas Claro, Nino e Egídio; Dodi, Yago e Michel Araujo; Nenê, Evanilson e Fred.

Michel Araujo e Yuri sentem desconforto e deixam a atividade antes do fim

O Fluminense vem enumerando diversos desfalques no time principal por conta de lesões. Casos de Ganso, Fred, Hudson e Digão, que são dúvidas inclusive para estreia do clube no Campeonato Brasileiro.

E, durante a atividade desta quarta-feira (05) Michel Araujo e Yuri sentiram um desconforto muscular e tiveram que deixar a atividade antes mesmo do final.

De acordo com Informações do site GE.com, o volante sentiu o músculo adutor da coxa esquerda, enquanto o meia uruguaio acusou o músculo anterior da coxa esquerda. Contudo, a dupla passou por exames ainda nesta quarta-feira (05), e nenhuma lesão foi detectada e devem estar à disposição de Odair para estreia do Brasileirão, próximo domingo (09), quando o Fluminense visita o Grêmio.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Yuri improvisa sala de casa para manter contato com a bola

Em meio a paralização do futebol por conta do Novo Coronavírus (Covid-19) os jogadores vão se reinventando em exercícios diários para manter a forma durante o período de parada forçada.

Volante tricolor, Yuri, que improvisou até a mesa da sala para manter o contato com a bola e disputar o já tradicional futmesa com os irmãos, enlouquecendo a mãe, brincou o volante:

Teve uma resenha agora de quarentena, a gente tava doido para jogar bola e não dá. Tiramos a mesa da sacada aqui do apartamento, colocamos um armariozinho no lugar e começamos a jogar futmesa dentro do apartamento. Minha mãe fica doida – brincou o jogador.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

“É uma oportunidade da nossa família ficar junta”, Yuri aproveita a família durante quarentena

Yuri aproveita para passar o tempo em família durante a quarentena. Irmão gêmeo, o volante tricolor tem tido oportunidade de conviver com o Yan, jogador da Juventus, da capital paulista. Além da resenha, tem um parceiro de treinos também, facilitando a dinâmica da manutenção do preparo físico. Eles ainda têm o irmão Luan, o mais velho.

“A minha relação, hoje em dia, com meus irmãos é muito tranquila, tem uma guerra pra ver quem joga no vídeo game, mas de boa (risos). A gente, quando está perto, acaba fazendo tudo junto. E a gente se dá bem, as tretas tinham quando a gente era mais novo. É uma oportunidade da nossa família ficar junta, fazia tempo que isso não acontecia, passar o aniversário do meu irmão mais velho todos juntos. Eu sempre perdia essas datas”, lembrou.

A cumplicidade se estende aos exercícios físicos, gerando motivação extra na execução das rotinas da preparação física, além de passar o tempo com equilíbrio psicológico facilitado pela companhia. “Esse confinamento tá sendo difícil por não poder sair, né? Mas entendemos a situação e temos que respeitar. Eu tenho tentado aproveitar o tempo melhor, estudando inglês, sempre fazendo exercícios em casa com meus irmãos, inventando jogos, assistindo muitos filmes e, claro, vídeo game rola bastante tempo. Acaba que nos treinamos juntos, e rola uma competição de quem faz mais, de quem aguenta mais tempo fazendo o exercício, isso ajuda os dois”.

E ainda sobra tempo para improvisar um futmesa e matar a saudade do futebol, ainda que sobre para a matriarca. “Teve uma resenha agora de quarentena, a gente tava doido para jogar bola e não dá. Tiramos a mesa da sacada aqui do apartamento, colocamos um armariozinho no lugar e começamos a jogar futmesa dentro do apartamento. Minha mãe fica doida”.

Foto da capa: Lucas Merçon/FFC

Top